Diário Gaúcho lança selo para destacar notícias positivas

Primeira matéria do “Olha que legal!” conta a história da “profe Clau”, que dá aula de balé para crianças de comunidades carentes

Olha que LegalA partir de um interesse dos leitores por mais notícias positivas no jornal, o Diário Gaúcho lançou nesta sexta-feira (17) o selo “Olha que legal!”, que estará estampado em todas as matérias com conteúdo otimista.

A ideia é reforçar iniciativas construtivas, bons exemplos e casos de superação que ocorrem nas comunidades. A primeira história,  publicada nesta sexta, é a de Claudia Souza Malta Costa, a profe Clau. A jovem de Alvorada de 17 anos dá aulas de balé gratuitas para crianças de comunidades carentes há cinco anos. Por meio de reportagens anteriores publicadas pelo DG, seu trabalho foi descoberto pelo analista de sistemas George Fabris Justo, gaúcho que mora na Suíça e que começou a ajudá-la à distância, promovendo ações de arrecadação no país europeu.

– A iniciativa do Diário atende a uma demanda do leitor por mais notícias positivas das comunidades. Em seus quase 17 anos, o jornal sempre se pautou pela valorização de boas ações de voluntários e pessoas anônimas. Mas, agora, cria uma identificação para sinalizar de forma mais visual as reportagens que trazem bom exemplos, sejam eles individuais ou coletivos – destacou o editor-executivo do Diário Gaúcho, Felipe Bortolanza.

O “Olha que legal!” também estará no site do Diário Gaúcho, ilustrando as histórias gaúchas, do Brasil e do mundo que os internautas gostam de ler e compartilhar.

Profe Clau e alunas_crédito_Robinson Estrásulas

Claudia Souza Malta Costa, a profe Clau, e suas alunas. Foto: Robinson Estrásulas