Popularização do mobile garante mais acesso à informação e consumo de mídia bate recorde em 2016

O consumo de notícias e entretenimento ganhou impulso com a popularização do meio mobile, que permite aos usuários acesso a mais mídia, a qualquer hora e lugar, segundo o mais recente estudo global Media Consumption Forecasts, da agência Zenith.

Com base na web e nos equipamentos móveis, 2016 registrou uma busca recorde de informação. Em média, cada pessoa permaneceu 456 minutos consumindo mídia no ano passado, acima dos 411 minutos de 2010. “Os consumidores agora esperam poder se comunicar e negociar com as marcas no momento e no local de sua escolha”, diz Vittorio Bonori, presidente global da Zenith. “As marcas precisam responder e antecipar mudanças no comportamento da mídia, construir relacionamentos mais fortes e duráveis ​​com os consumidores e expandir seus negócios”.

Diferentes dados do estudo mostram como a indústria jornalística pode se fortalecer diante dessa tendência, desde que bem adaptada ao meio móvel. Apesar do rápido aumento da internet, a mídia tradicional –  jornais e revistas impressas e transmissão de televisão e rádio, entre outros – por exemplo, ainda representará 69% do consumo de mídia global em 2017, de acordo com as previsões da Zenith. As pessoas vão gastar, em média, 316 minutos por dia com a mídia tradicional neste ano, abaixo dos 364 minutos registrados em 2010.

A pesquisa indica que o domínio das plataformas móveis (principal ponto de entrada para o consumo de internet atualmente, com 71%) crescerá ainda mais sobre as demais nos próximos anos, o que reforça o investimento de publishers na produção e distribuição mobile. A comparação da líder TV (média de 170 minutos de visualizações por dia neste ano) com a internet (140 minutos) retrata bem essa tendência: a diferença de tempo de consumo entre dois os vem caindo e continuará a diminuir de 30 minutos, em 2017, para apenas 7 minutos em 2019.

Ao mesmo tempo, o uso de internet móvel para o consumo de mídia global representará 26% em 2019, ante 19% em 2016, de acordo com as previsões da Zenith. Pessoas de todo o mundo gastarão uma média de 122 minutos por dia acessando a internet móvel por meio de navegadores e aplicativos, dez minutos a mais por dia do que em 2010. Após o boom, entretanto, diz a Zenith, é normal que haja desaceleração no aumento do uso da internet móvel.

Por isso, depois de registrar percentuais de 43% e 25% de crescimento, respectivamente, em 2015 e 2016, a Zenith espera 17% de elevação em 2017. O comportamento do crescimento geral do consumo de mídia, de 2,7% em 2016, deve acompanhar esse movimento. “Esperamos que o consumo global de mídia permaneça praticamente estático em 2017, com crescimento menor que 1% ao ano até 2019”, diz a pesquisa. A tecnologia móvel mudou completamente os hábitos de mídia dos consumidores em menos de uma década, afirmou Jonathan Barnard, diretor da Zenith. “O ritmo da mudança agora está diminuindo, pelo menos até a próxima tecnologia disruptiva decolar”.

Esta é a terceira edição anual do estudo de previsões de consumo de mídia da Zenith feito em 71 países.

Leia mais em:

HTTPS://WWW.RECODE.NET/2017/5/30/15712660/MEDIA-CONSUMPTION-ZENITH-MOBILE-INTERNET-TV

https://www.zenithmedia.com/26-of-media-consumption-will-be-mobile-in-2019/

https://www.mediapost.com/publications/article/302001/zenith-traditional-channels-still-dominate-media.html