Receita anual do The New York Times com assinaturas digitais supera a marca de US$ 1 bi Reprodução

Receita anual do The New York Times com assinaturas digitais supera a marca de US$ 1 bi

O The New York Times informou nesta quinta-feira (8) que a alta no número de assinaturas no quarto trimestre de 2017 (157 mil) elevou para 2,6 milhões a base de assinantes, sustentando bons resultados obtidos no ano passado. A receita anual de assinaturas de produtos apenas digitais, incluindo notícias, assim como palavras cruzadas e as receitas culinárias do jornal, superou a marca de US$ 1 bilhão. O ingresso financeiro via assinaturas agora representa 60% da receita total da empresa que, no ano passado, cresceu 8%, para US$ 1,7 bilhão, e 10% no quarto trimestre, para US$ 484 milhões.

A receita de publicidade digital também aumentou em 2017: 14%, para US$ 238 milhões. Nos últimos três meses do ano, os recursos por meio de publicidade digital cresceram 9%, para US$ 84 milhões. Esses ingressos agora representam 46% da receita total de publicidade da empresa. Embora tenha registrado perda líquida de US$ 57,8 milhões, houve lucro de US$ 0,39 por ação, acima dos US$ 0,29 esperado pelos analistas.

“Acreditamos que ainda existe uma grande oportunidade de estender nosso alcance de assinatura e vamos continuar a investir em áreas do negócio que vão nos permitir alcançar este crescimento”, afirmou em comunicado Mark Thompson, diretor executivo do The New York Times.

Leia mais em:

https://www.nytimes.com/2018/02/08/business/new-york-times-company-earnings.html

https://oglobo.globo.com/economia/nyt-supera-projecoes-do-mercado-com-alta-nas-assinaturas-digitais-22380801#ixzz56Y3r2LlD