Percepção de que o Facebook impacta de forma negativa a sociedade cresce em vários países, diz pesquisa Reprodução

Percepção de que o Facebook impacta de forma negativa a sociedade cresce em vários países, diz pesquisa

Mesmo que tenha obtido algum sucesso em tentar reduzir a crise de confiança no Facebook nas dez horas em que testemunhou no Congresso dos Estados Unidos, nesta semana, o CEO da maior rede social do mundo, Mark Zuckerberg, tem muito trabalha à frente para reverter o desgaste do uso ilegal de dados de quase 90 milhões de usuários. Uma tarefa diretamente associada a ideia do bilionário de evitar uma regulação mais rigorosa ao modelo de negócio de sua empresa. Nova pesquisa mostra que, além da perda de credibilidade, o Facebook é visto por milhares de pessoas em todo o mundo como algo nocivo.  

O levantamento, feito pela empresa Honest Data, liderada por Tavis McGinn, que acompanhava a percepção do público sobre Zuckerberg e a executiva Sheryl Sandberg enquanto trabalhava para o Facebook, revela que as pessoas consideram que a rede social tem “impacto negativo na sociedade”. Na Austrália, Canadá e Reino Unido, por exemplo, 33% dos pensam dessa forma. Nos Estados Unidos o percentual é de 32%, o equivalente a 54 milhões de pessoas. A pesquisa foi realizada entre janeiro e fevereiro deste ano com 10 mil pessoas em 10 países.

Leia mais em:

https://www.recode.net/2018/4/12/17215142/facebook-negative-impact-society-mark-zuckerberg-poll