Jornalista Luis Carlos Ortiz Jornalista Luis Carlos Ortiz Reprodução

CPJ pede suspensão de prefeito que atirou contra jornalista na Colômbia

O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) pediu a imediata suspensão do prefeito de Rionegro, na Colômbia, enquanto as autoridades colombianas investigam as ameaças do político ao jornalista Luis Carlos Ortiz. No último domingo (17), após repreender o comunicador por críticas, o prefeito disparou um tiro contra o profissional. "Ele disse que ia me matar", disse Ortiz ao CPJ. "É inaceitável que um funcionário público interfira no trabalho de um jornalista local e muito menos o ameace abertamente", disse Robert Mahoney, diretor executivo do CPJ.

Ortiz, de 27 anos, trabalha como fotógrafo e locutor de um noticiário, o La Voz de la Inmaculada, em uma estação de rádio comunitária operada pela Igreja Católica. O jornalista também escreve para a página Ciudad Rionegro, no Facebook, onde no começo deste ano publicou conteúdos sobre as condições precárias das estradas locais, a piscina pública da cidade e sobre a decisão do prefeito de fechar um centro para idosos.

Sebastián Salamanca, da Fundación para la Libertad de Prensa (FLIP), com sede em Bogotá, disse ao CPJ que a organização havia pedido à Procuradoria Geral da Colômbia que investigasse o incidente. A FLIP também solicitou ao governo colombiano proteção emergencial a Ortiz.

Leia mais em:

https://cpj.org/es/2017/12/alcalde-colombiano-amenaza-a-periodista-local-y-le.php