Ministro do Interior do Equador, César Navas Ministro do Interior do Equador, César Navas Reprodução

SIP condena sequestro de equipe jornalística na fronteira entre Equador e Colômbia

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) condenou o sequestro de dois jornalistas e um motorista do diário El Comercio, do Equador, e instou as autoridades a garantir a liberação imediata, com a garantia de total segurança, dos três profissionais. O presidente da entidade, Gustavo Mohme, recordou que a Declaração de Chapultepec e inúmeros tratados internacionais "condenam o sequestro ou qualquer tipo de violência contra jornalistas", bem como estabelecem punição severa para que essas ações não resultem em mais ameaças à liberdade de imprensa.

O sequestro ocorreu na segunda-feira (26) na fronteira com a Colômbia, onde os dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) empreendem, a serviço dos cartéis do tráfico de drogas, uma ofensiva à força policial equatoriana. “Aconteceu de manhã, na freguesia Mataje, Canton San Lorenzo, na província de Esmeraldas. Nossa hipótese é que estejam na Colômbia. Sabemos que estão bem. Já foi feito um contato, mas não podemos dar mais detalhes”, relatou o ministro do Interior do Equador, César Navas.

http://www.sipiapa.org/notas/1212133-la-sip-condena-el-secuestro-un-equipo-periodistico-del-diario-el-comercio-ecuador