NOTA À IMPRENSA

NOTA À IMPRENSA

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) condena a agressão sofrida pela repórter fotográfica Isadora Neumann, do jornal  Zero Hora, quando fazia cobertura de protesto, na noite de terça-feira (12), contra o fechamento da exposição Queermuseu: Cartografia da Diferença na Arte Brasileira,  em Porto Alegre. Integrante da Brigada Militar disparou spray de pimenta contra a fotógrafa, em flagrante desrespeito à atividade jornalística.

É preciso que os agentes de estado estejam preparados para atuar em situações como essas, de protesto popular, sem agredir os profissionais de imprensa. Infelizmente, os policiais têm demonstrado total falta de preparo, colocando em risco a integridade física dos jornalistas e prejudicando seu dever de levar informação aos cidadãos.  A ANJ espera que as autoridades apurem os fatos e punam o agressor.

Brasília, 13 de setembro de 2017.

Associação Nacional de Jornais (ANJ)