Sede da Unesco em Paris Sede da Unesco em Paris Reprodução/Folha de S.Paulo/Philippe Wojazer/Reuters

Saída dos EUA da UNESCO é duro golpe à liberdade de imprensa, dizem entidades que defendem o jornalismo

Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), Repórteres Sem Fronteira (RSF) e Artigo 19 condenaram a saída dos Estados Unidos da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) a partir de 31 de dezembro de 2018. A decisão do governo norte-americano, comandado pelo presidente Donald Trump, segundo as entidades ligadas ao jornalismo, é um duro golpe ao trabalho da comunidade internacional no fortalecimento da liberdade de imprensa e da livre circulação de informações no mundo. Ao mesmo tempo, fragiliza ainda mais a segurança de jornalistas.

A UNESCO, fundada em 1945, tem como um dos seus principais objetivos a promoção do respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais. Também incentiva "o livre fluxo de ideias por palavra e imagem; e trabalha para promover meios de comunicação gratuitos, independentes e pluralistas em impressão, transmissão e online".
A agência, que registrou os assassinatos de cerca de 1 mil jornalistas e trabalhadores da mídia desde 2007, também é a principal encarregada de assegurar a implementação do plano de ação da ONU sobre segurança dos jornalistas e combate à impunidade.

"A retirada dos Estados Unidos da UNESCO mostra que os ataques do presidente [Donald] Trump à mídia crítica são mais do que uma retórica vazia, indicando uma mudança significativa na administração da defesa da liberdade de expressão em todo o mundo", disse Thomas Hughes, diretor-executivo do Artigo 19.  "É um exemplo concreto do desprezo da atual administração [dos Estados Unidos] pelo jornalismo e pela liberdade de imprensa", lamentou Christophe Deloire, secretário-geral da RSF.

A três entidades pediram ao governo norte-americano que reverta a decisão e fortaleça seus compromissos com organizações multilaterais que promovem a liberdade de expressão – valor fundamental para os direitos humanos e a Constituição dos Estados Unidos.

Leia mais em:

https://www.article19.org/resources.php/resource/38916/en/press-freedom-organisations-condemn-us-withdrawal-from-unesco