Entidade interamericana manifesta preocupação com “represálias” de Bolsonaro à imprensa Reprodução

Entidade interamericana manifesta preocupação com “represálias” de Bolsonaro à imprensa

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol) criticou nesta quarta-feira (7) as declarações do presidente Jair Bolsonaro nas quais ele qualifica o fim da obrigatoriedade da publicação de balanços de empresas nos jornais impressos como uma “retribuição” ao tratamento que recebeu da imprensa na campanha eleitoral de 2018. A entidade manifestou preocupação com a “aparente represália” adotada pelo presidente contra as organizações brasileiras de notícias.

A presidenta da SIP, María Elvira Domínguez, lamentou que interesse políticos, partidários e pessoais sejam utilizados para contrapor a crítica, a opinião e a informação, direitos que a imprensa e os cidadãos têm em uma sociedade democrática, como é do Brasil. “Poderia se entender como parte da tensão natural entre meios e poder político, que presidentes e funcionários ameacem, desacreditem ou estigmatizem jornalistas e veículos, mas que tomem [o rumo] de vinganças concretas como a de Bolsonaro é de suma gravidade para o ambiente da liberdade de imprensa que deve reinar em um país democrático”, destacou María Elvira, também diretora do jornal El Pais de Cali, da Colômbia.

O presidente da Comissão de Liberdade de Imprensa e Informação da SIP, Roberto Rock, criticou que a MP sobrevalorize os sites governamentais em relação aos meios de comunicação independentes. “Os sites oficiais são consultados por especialistas e interessados nos temas, mas não cumprem o papel de informar os cidadãos”, afirmou Rock, diretor do portal mexicano La Silla Rota. “O que está em jogo aqui é o direito de informação do público e o nível de transparência que o governo tem, bem como o dever de cumprir e fazer cumprir [essa transparência]”.

A SIP é uma organização sem fins lucrativos que se dedica a defender a liberdade de expressão e de imprensa nas Américas. Atualmente conta com 1,3 mil veículos de comunicação afiliados.

Leia mais em:

https://www.sipiapa.org/notas/1213326-sip-mostro-preocupacion-decreto-bolsonaro-y-sus-represalias-contra-la-prensa-brasilena