Liberdade de imprensa exige constante vigilância, diz presidente da SIP

O presidente da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), Matt Sanders, lembrou nesta quarta-feira (3) em Lima, no Peru, que as liberdades de expressão e de imprensa e o direito das pessoas à informação precisam de apoio e constante vigilância, mesmo em países com níveis elevados de democracia. “Estas liberdades são simplesmente uma aspiração, porque, apesar de estarem previstas as constituições de todos os países, é preciso trabalhar para que possam ser estabelecidas de forma concreta em nossas sociedades”, disse Sanders em cerimônia por ocasião da celebração do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. No evento, o presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, assinou a Declaração de Chapultepec, conjunto de princípios sobre as liberdades de expressão e de imprensa

O presidente da SIP argumentou ainda que a era digital marca um grande progresso para a comunicação, mas também representa novos desafios em que “temos de estar vigilantes para combater tanto o bullying nas redes sociais, ataques cibernéticos contra os meios de comunicação, empresas, governos , propaganda e desinformação, entre outros “. No entanto, Sanders ressaltou estar convicto que a humanidade vive “um momento extraordinário da revolução da comunicação”, no qual as vantagens de conexões digitais são maiores do que as desvantagens. O presidente da SIP pediu também unidade a todos os jornalistas e meios de comunicação para o fortalecimento da luta pelo direito ao acesso à informação por meio de um “caminho livre, diversificado e pluralista.”

http://www.sipiapa.org/notas/1211422-mensaje-la-sip-el-dia-mundial-la-libertad-prensa