Jornalistas exigem investigação de ex-governador de Veracruz por assassinatos de comunicadores

Jornalistas exigem investigação de ex-governador de Veracruz por assassinatos de comunicadores

Jornalistas do México exigiram nesta terça-feira (18) que o governo do presidente Enrique Peña Nieto investigue o ex-governador do estado de Veracruz, Javier Duarte, pelo assassinato de 18 profissionais de comunicação e pelo desaparecimento de mais três durante a sua gestão. Duarte foi extraditado nesta semana da Guatemala, após ser preso em 15 de abril, depois de fugir do México em outubro, acusado de crime organizado e operações com recursos ilícitos.

Esses crimes “não podem ficar impunes”, disse em comunicado a Red Veracruzana de Periodistas. Para a entidade, o ex-governador e “assim como os seus colaboradores mais próximos […], tiveram um alto grau de responsabilidade” nestes crimes, “tanto por ação como por omissão”. A nota afirma ainda que “nenhum dos delitos contra jornalistas veracruzanos foram esclarecidos e, enquanto Duarte foi governador (2010-2016), a procuradoria de Veracruz criminalizou as vítimas e nunca houve interesse em prender e castigar os autores intelectuais e materiais [dos crimes]”.

Desde 2000, mais de 100 jornalistas foram assassinados no México, 11 deles em 2016, um número recorde. A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) considera Veracruz uma das regiões mais perigosas do mundo para o exercício jornalístico. Em  2017, o México registra até o momento sete assassinatos de jornalistas.

Leia mais em:

http://www.telesurtv.net/news/Exigen-investigar-a-Duarte-por-muerte-de-periodistas-en-Mexico-20170718-0037.html

http://www.sinembargo.mx/18-07-2017/3265216