SIP condena terceiro assassinato de jornalista no Brasil em 2018 Reprodução

SIP condena terceiro assassinato de jornalista no Brasil em 2018

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol) instou as autoridades brasileiras a encontrar e punir os responsáveis pelo assassinato do radialista Jairo Sousa, morto a tiros no estado do Pará, na semana passada. “As autoridades têm obrigação de investigar para conhecer os motivos do crime, sem descartar hipótese alguma, e identificar os assassinos materiais e os mandantes", disse Gustavo Mohme, presidente da entidade. Trata-se, de acordo com acompanhamento da SIP, do terceiro homicídio de jornalistas no Brasil neste ano. Também foram mortos Jefferson Pureza Lopes, em 17 de janeiro, em Goiás, e Ueliton Bayer Brizon, em 16 de janeiro, em Rondônia.

Leia mais em:

http://www.sipiapa.org/notas/1212608-la-sip-condena-el-asesinato-un-periodista-brasil-pide-investigacion-expedita