Dando continuidade ao processo de transformação iniciado em 2014, a partir do reposicionamento da marca, o jornal Pioneiro, da RBS, entregou aos seus leitores, na segunda-feira (7), o caderno + Serra – A economia ao teu lado. O conteúdo da publicação mostra a riqueza produtiva da região, com o propósito de apresentar, a partir de uma diversidade de olhares, a economia regional, para projeção de cenários, com destaque à inovação. As reportagens também buscarão contextualizar a economia regional no âmbito da macroeconomia, orientar para a educação financeira e mostrar as experiências exitosas dos empreendedores locais, além de alertar para armadilhas financeiras.

A primeira edição abre espaço em sua reportagem principal para o vinho e as bebidas à base da uva feitas a partir da agricultura biodinâmica, uma nova possibilidade no universo da agricultura orgânica. Também conta com a entrevista com Paulo Geremia, contando como se dá a expansão da Casa DiPaolo, um emblema da gastronomia típica regional, que agora chega a São Paulo.

O caderno + Serra – A Economia ao teu lado circulará todas as segundas-feiras. Pensado para atender às expectativas dos leitores que contatam o Pioneiro constantemente, o suplemento é parte de uma série de estreias que o jornal planeja para marcar a passagem de seus 70 anos, que serão comemorados em 4 de novembro de 2018.

Publicado em Associados

Assinantes do Estadão já têm à disposição uma nova plataforma para acessar a versão digital do jornal, com recursos que permitem uma navegação mais simples e intuitiva por reportagens, artigos, colunas e outros conteúdos publicados na edição diária.

Os assinantes do ‘Estadão’ ganharam uma nova plataforma para acessar a versão digital do jornal em seus computadores. Os novos recursos permitem uma navegação mais simples e intuitiva pelos conteúdos. O ‘Estadão’ é um dos pioneiros em adotar no País a tecnologia da canadense PressReader. A nova versão da edição digital pode ser acessada a partir do portal ‘Estadão’, por meio do link ‘Jornal Digital’ no topo do site.

“Temos o desafio de oferecer aos leitores não só conteúdo de credibilidade, mas também engajar as pessoas por uma plataforma que ofereça melhor experiência de leitura”, diz Débora Huertas, gerente de aquisição e fidelização do Grupo Estado.

Na nova versão da edição digital, a principal mudança está no formato de navegação, que agora ocorre de forma horizontal. Basta o leitor passar o mouse pelas páginas para acessar as reportagens. Ao clicar no título de um texto, o usuário ativa o novo modo de visualização. É possível, por exemplo, personalizar tipo e tamanho das letras dos textos – ferramenta que atende a sugestões enviadas por assinantes do jornal.

O leitor também terá um novo recurso de descrição em áudio – ou seja, o computador “lê” o jornal em “voz alta”. Isso permite, por exemplo, que assinantes possam escutar o conteúdo enquanto fazem outra atividade, como dirigir. A novidade também melhora o acesso dos deficientes visuais aos textos.

O leitor também poderá escolher assuntos que pretende acompanhar no dia a dia. Ao criar um tópico, como “Lava Jato”, por exemplo, vai encontrar diariamente uma seleção das notícias sobre o tema.

A nova edição digital também permite que o usuário escolha suas notícias favoritas e as arquive em uma pasta, para ler mais tarde. O Estadão também traz uma série de novos recursos de compartilhamento de notícias em redes sociais e aplicativos de armazenamento, como Evernote e OnNote.

Smartphones. Em breve, o Estadão pretende lançar novas versões do aplicativo da edição digital para Android e iOS, de forma a unificar a experiência dos leitores em todas as plataformas, incluindo smartphones e tablets. O acesso à edição digital é restrito a assinantes.

Publicado em Associados

Consolidada no hábito de leitura dos gaúchos nos fins de semana, a Superedição, de Zero Hora, apresentará uma série de novidades a partir de 5 de agosto, refletindo uma crença da RBS na valorização do conteúdo. As mudanças levam em conta insights gerados em uma profunda pesquisa com o público, que cada vez mais demanda um produto arrevistado, leve e próximo para consumo aos sábados e domingos. No digital, os conteúdos começam a ser entregues já na sexta-feira – dados do Google Analytics apontam que, no primeiro semestre, houve 50% de crescimento no volume de assinantes dos produtos digitais de ZH e mais de 2 milhões de downloads das edições do Jornal Digital.

– A nova versão da Superedição sustenta a nossa estratégia de fortalecer a leitura de ZH no fim de semana, com mais conteúdos leves, de consumo duradouro e com um espírito de revista. Fizemos uma grande pesquisa com o público, que nos mostrou, apesar do alto índice de satisfação, uma série de oportunidades de melhorar a edição. Por isso, estamos trazendo novos colunistas, investindo em um novo caderno Fíndi e melhorando ainda mais os carros-chefes Vida, Donna e DOC – destaca a vice-presidente de Produto e Operações, Andiara Petterle.

Nesta quarta-feira (26), as novidades foram apresentadas, em primeira mão, para a redação integrada de Zero Hora e Diário Gaúcho.

A nova Superedição reunirá 41 colunistas, sendo 12 novos nomes, entre eles Dráuzio Varella, Luciano Potter, Pedro Ernesto Denardin, Daniel Scola e Sara Bodowsky. No primeiro caderno, haverá páginas de opinião mais leves e contemplando diferentes pontos de vista a partir do lançamento da seção Duas Visões. Na proposta, um tema atual será pauta de dois articulistas com posições diferentes.

O DOC ganhará um novo projeto gráfico, leve, com capa mais clara e chamadas formando um índice, para que o leitor identifique, já na capa, os assuntos de maior interesse. O conteúdo da seção Com a Palavra, marcada por entrevistas em profundidade, será ainda mais valorizado, abrindo o caderno. A grande novidade do DOC é a chegada do apresentador e editor-chefe da Gaúcha, Daniel Scola, que ocupará um espaço de entrevistas ao lado da coluna de Paulo Germano.

O Fíndi também terá o visual transformado, será mais leve, com conceito de guia e conteúdo focado em lazer e entretenimento para toda a família e todos os públicos, com dicas que vão além das atividades culturais: passeios, restaurantes, feiras, shows, teatros e cinemas. Haverá ainda um espaço para conteúdos do Clube do Assinante, onde o leitor encontrará os benefícios de ser sócio. Quatro novos colunistas reforçarão o time do Fíndi: Luciano Potter, Sara Bodowsky, Júlia Alves e Flávia Requião.

No Vida, o médico e escritor Dráuzio Varella fechará o caderno, compondo uma dupla de peso com o já consagrado JJ Camargo. Na coluna, Dráuzio falará sobre assuntos pelos quais é reconhecido nacionalmente, como saúde, comportamento e políticas governamentais.

O espaço de Esporte será rebatizado e terá um nome já familiar entre os ouvintes da Gaúcha. A editoria passa a se chamar Jornada Esportiva aos fins de semana e agregará nomes conhecidos do público, como Pedro Ernesto, Diori Vasconcellos e Marcos Bertoncello.

Novos nomes:

Caderno principal

Giane Guerra – Nome de economia da Gaúcha, ganha uma coluna, com o nome Acerto de Contas, falando sobre movimentos do mercado gaúcho e investimentos pessoais.

Mário Corso – Atualmente como interino, assume o espaço ao final da edição.

DOC

Daniel Scola – Passa a assinar um espaço de entrevistas exclusivas, com cross media na Gaúcha e no digital.

Claudia Laitano – Migra sua coluna de sexta-feira para o DOC, ganhando mais espaço. Os temas abordados permanecem sendo de cultura, comportamento e cotidiano.

Fíndi

Luciano Potter – Passa a assinar a coluna Fíndi do Potter, com dicas de música, shows e entretenimento no fim de semana.

Sara Bodowsky – Traz o Roteiro da Sara para Zero Hora, com dicas de viagens e gastronomia.

Júlia Alves – Assina a coluna Fíndi da Rede Social, com dicas de festas, e sai do Donna no fim de semana.

Flávia Requião – Editora de Variedades do Diário Gaúcho, reúne dicas de TV aberta para o leitor de Zero Hora. A TV fechada será abordada pela colunista Vanessa Scalei.

Vida

Dráuzio Varella – Aborda temas variados e assuntos pelos quais é conhecido nacionalmente.

Paulo Gleich e Abraão Slavutsky – Revezam, quinzenalmente, sobre temas da psicanálise.

Jornada Esportiva

Pedro Ernesto – O comentário esportivo de Pedro Ernesto já consagrado na Gaúcha terá espaço também em Zero Hora.

Diori Vasconcelos – Ganha espaço para falar de arbitragem.

Marcos Bertoncello – Estatística é o tema da coluna.

Publicado em Associados

O diretor geral da Infoglobo no Brasil, Frederic Kachar, passou a integrar o conselho administrativo da International News Media Association (INMA), segundo anúncio feito nesta terça-feira (25). Outro novo membro do conselho é Suzi Watford, vice-presidente e diretora de marketing do The Wall Street Journal.

Kachar ingressou na Infoglobo em 1997 como analista financeiro. Atuou como diretor financeiro do Diário Popular e da divisão de revistas da empresa. Liderou as grandes transformações da divisão de revistas do Grupo Globo e, em 2008, tornou-se CEO. Sete anos depois, assumiu a divisão de jornais e, agora, lidera a Divisão de Imprensa do Grupo Globo, que publica quatro jornais e 15 revistas. Kachar atuou como presidente da Associação Brasileira de Editores de Revistas (ANER) entre 2012 e 2016.

Suzi Watford possui mais de uma década de experiência da indústria de mídia. Foi diretora de vendas e marketing do The Times e The Sunday Times. Atualmente, supervisiona o mesmo setor no The Wall Street Journal.

A INMA é uma comunidade global composta por quase 8 mil membros em mais de 600 empresas de mídia de cerca de 60 países. Com escritórios na Bélgica, Índia e El Salvador e base nos Estados Unidos, a entidade é responsável por realizar relatórios estratégicos, conferências e estudos sobre a indústria de mídia. O conselho da entidade é composto por 30 pessoas, de 16 países, distribuídos em seis continentes.

Publicado em Associados

Zero Hora produziu edição especial nesta sexta-feira (21) e, no sábado (22), publicará caderno de 24 páginas com coletânea de crônicas

Para honrar a trajetória de mais de 40 anos no Grupo RBS e prestar homenagens ao jornalista Paulo Sant’Ana, que morreu na quarta-feira (19), em Porto Alegre, todos os veículos da RBS produziram conteúdos especiais lembrando momentos marcantes e destacando o legado deixado pelo cronista.

Nesta sexta-feira (21),  Zero Hora entrega aos leitores uma edição histórica, que busca proporcionar a lembrança de um hábito que Paulo Sant’Ana ajudou a criar nos gaúchos desde que começou a escrever sua coluna em ZH, na penúltima página do jornal, em 1989: a edição foi toda produzida de trás para frente. Um vídeo no site de Zero Hora mostra aos leitores a razão de iniciativa – fazer com que os leitores cheguem mais rapidamente à coluna de Sant’Ana. Na experiência, a leitura segue com a página das cruzadas, do horóscopo, da previsão do tempo, Almanaque Gaúcho (especial sobre Sant’Ana), cobertura esportiva, até que o leitor chega ao Informe Especial e, por fim, à capa, que leva a manchete do jornal.

Em 16 páginas, o jornal traz toda a cobertura da despedida do jornalista, com as personalidades que passaram pelo velório, o enterro e as repercussões entre familiares, amigos, leitores e profissionais de comunicação.

Na Superedição deste sábado (22), ZH publicará um caderno especial com 24 páginas que trarão reportagens sobre Sant’Ana e suas letras, seus livros, além de uma coletânea de crônicas escritas pelo jornalista – a última delas, intitulada Morri ou Não Morri. O conteúdo também estará disponível em e-paper digital, com 15 crônicas adicionais, e histórias de pessoas que tiveram a vida modificada após serem citadas por Sant’Ana em suas colunas.

Desde a confirmação da morte de Sant’Ana, por volta das 23h30 de quarta-feira (19), iniciou-se a mobilização dos veículos da RBS para resgatar detalhes da carreira do jornalista que marcou a história da comunicação no Rio Grande do Sul. A Gaúcha fez o registro da perda de Sant’Ana e deu início a uma jornada que se estendeu ao longo de toda a quinta-feira.

Com um Redação RS Especial, a RBS TV começou a cobertura da despedida de Paulo Sant’Ana no início da madrugada. A emissora dedicou grande parte da programação de seus telejornais aos detalhes da trajetória do jornalista, entradas ao vivo direto do velório na Arena do Grêmio, participação de telespectadores de 11 cidades da emissora, além de personalidades comentando a importância do comunicador na imprensa gaúcha.

No Globo Esporte, Duda Garbi, o intérprete de Santaninha – personagem que imita a fala e os trejeitos de Paulo Sant’Ana – fez um comentário sobre a vitória do Grêmio sobre o Vitória, na Bahia, horas antes da morte do comunicador. Além de homenagens, participações do presidente e técnico do Grêmio, e outros conteúdos especiais.

As edições impressas de quinta-feira (20) de Zero Hora e do Diário Gaúcho contemplaram os principais momentos da vida de Sant’Ana. No site de ZH, os leitores encontraram vídeos com imagens marcantes da carreira, depoimentos de amigos e parceiros de trabalho e imagens dos fãs relatando experiências com o cronista.

Publicado em Associados
Página 1 de 2