NYT investe na segurança dos dados dos leitores para oferecer publicidade segmentada

NYT investe na segurança dos dados dos leitores para oferecer publicidade segmentada

O jornal norte-americano The New York Times não usará mais dados de terceiros para direcionar anúncios a partir de 2021, quando coletará informações de leitores somente por meio do seu próprio sistema, informou o site Axios. A mudança é parte de um esforço maior do jornal para garantir mais segurança à privacidade dos seus assinantes digitais e demais usuários registrados.

A partir de julho, o The New York Times começará a oferecer aos clientes 45 novos segmentos de público-alvo para o direcionamento de anúncios divididos em 6 categorias: idade, renda, negócios, demonstração (sexo, educação, estado civil etc.) e interesse. Na segunda metade do ano, serão acrescentados pelo menos mais 30 segmentos.

"Isso só funciona porque temos 6 milhões de assinantes e mais milhões de usuários registrados que podemos identificar, e também porque temos variedade de conteúdo", disse Allison Murphy, vice-presidente sênior de inovação em anúncios, ao site Axios.

As alterações mais recentes nos principais navegadores para reprimir a coleta de dados de terceiros e as novas regras de privacidade na internet têm limitado a coleta de dados de terceiros via rastreamento para a segmentação de anúncios, destaca o Axios. Por isso, outras empresas, como Vox Media e The Washington Post também estão trabalhando na criação de seus próprios conjuntos de dados primários.

Leia mais em:

https://adage.com/article/digital/behind-googles-decision-remove-third-party-cookies-chrome/2227126