Google formaliza programa que pagará por conteúdo jornalístico; veículos brasileiros estão na primeira fase do projeto

Google formaliza programa que pagará por conteúdo jornalístico; veículos brasileiros estão na primeira fase do projeto

O Google anunciou nesta quinta-feira (25) que pagará pelo conteúdo de notícias de editores como parte de um novo programa de licenciamento, informou o site The Verge. Segundo a empresa, veículos da Alemanha, da Austrália e do Brasil estão confirmados na fase experimental do projeto, que deve ser lançado no fim de 2020 ou no começo de 2021, dentro dos serviços Google News e Discover. Estado de Minas e Correio Braziliense, dos Diários Associados, e A Gazeta (ES) são os jornais brasileiros que integram a primeira etapa da iniciativa. Os alemães Der Spiegel, Frankfurter Allgemeine Zeitung, Die Zeit e Rheinische Post, e os australianos Schwartz Media, The Conversation and Solstice Media também são parceiros do Google.

O anúncio do Google ocorre depois que vários países intensificaram os esforços para que o gigante de buscas compense os editores pelo conteúdo de notícias distribuído nas plataformas da empresa norte-americana. A Austrália apresentou recentemente planos para forçar as plataformas de tecnologia a pagar por este conteúdo. Em abril, a autoridade de concorrência da França ordenou que o Google pagasse aos publishers franceses pelo conteúdo produzido por eles.

Além disso, a formalização da iniciativa do Google ocorre no momento em que o Facebook acaba de lançar uma nova guia de notícias nos Estados Unidos, na qual paga alguns editores participantes por seu trabalho. As reportagens e artigos são selecionados por uma equipe de editores humanos e os parceiros de publicação incluem o BuzzFeed, o The New York Times e o The Wall Street Journal. O Facebook está procurando expandir essa guia de notícias para a Europa, informou o jornal Financial Times.

O jornal britânico lembrou, entretanto, que essas ações foram, no passado, criticadas por incluir apenas alguns editores e por não pagar o suficiente. Até o momento o Google não informou os termos financeiros de seu novo projeto

"Hoje, estamos anunciando um programa de licenciamento para pagar às empresas de mídia por conteúdo de alta qualidade, que serão parte de uma experiência a ser lançada ainda este ano", disse Brad Bender, vice-presidente de notícias do Google, em um post no blog da companhia. "Começaremos com alguns países ao redor do mundo, e outros virão em breve."

Paywall

Em entrevista aos Diários e Associados, a coordenadora de parcerias editoriais do Google, Andrea Fornes, disse que a ferramenta oferecerá conteúdos normalmente disponibilizados no formato paywall, ou seja, exclusivo para assinantes. “Nós estabelecemos contratos com os publicadores para abrir esses produtos jornalísticos fechados, com a anuência deles. É uma espécie de demonstração, pensada para atrair mais assinaturas para os jornais, ao mesmo tempo em que fortalece a marca de veículos relevantes e divulga informações de qualidade, de maior profundidade, produzidas por jornalistas profissionais”, afirmou.

Ainda de acordo com Andrea Fornes, o produto também permitirá ao consumidor navegar pelas informações publicadas on-line com mais eficiência, critério e autonomia. “A gente acha que, hoje, o acesso às notícias está muito fácil. Com isso, o usuário se perde facilmente no mar de informações. Com esse produto, a gente espera trazer um pouco de foco. Porque o usuário terá à disposição produtos jornalísticos bem-feitos, curados pelos próprios veículos. E, ali, dentro desse leque, ele vai poder selecionar o que for do seu interesse. Essa é uma forma que o Google encontrou de triar minimamente as notícias que circulam por aí e fidelizar o usuário às fontes com as quais ele se identifica”, disse ela na entrevista aos Diários Associados.

Leia mais em:

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2020/06/25/interna-brasil,866674/correio-e-google-fecham-parceria-para-a-distribuicao-de-noticias.shtml

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/06/google-anuncia-que-vai-pagar-por-noticias.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb&fbclid=IwAR0nUcr_yGBKWxmGIVDPzr6AYhICtuoTYNK1GpmzTk1f9WX6qxZkQgWikww

https://www.blog.google/outreach-initiatives/google-news-initiative/licensing-program-support-news-industry-/

https://link.estadao.com.br/noticias/empresas,google-pagara-por-conteudo-de-empresas-de-midia-no-brasil,70003344400