Veículos do Grupo RBS levam cobertura completa das Eleições 2018 a milhares de brasileiros / Divulgação

Veículos do Grupo RBS levam cobertura completa das Eleições 2018 a milhares de brasileiros

Desde o início do ano, veículos do Grupo RBS se uniram para realizar uma ampla cobertura das Eleições 2018. Novos programas multimídia, entrevistas, debates, perfis dos candidatos e uma campanha de valorização do voto consciente foram preparados durante o período, a fim de garantir a veracidade das declarações dos candidatos, jornalismo independente e explicações sobre a política nacional aos eleitores. Como resultado, GaúchaZH bateu recordes de audiência durante a cobertura, 377 páginas sobre o tema foram publicadas em Zero Hora, 75 páginas foram veiculadas no Diário Gaúcho e mais de 2 milhões de telespectadores diferentes foram impactados pela RBS TV ao longo do último domingo (28), somente na Grande Porto Alegre.

– Entregamos uma cobertura totalmente alinhada ao que era o desejo e a necessidade do nosso público em todas as plataformas, com cada um dos veículos cumprindo o seu papel e, principalmente, todos trabalhando juntos pelas melhores informações e histórias para o Rio Grande do Sul – destaca a vice-presidente de Produto e Operações da RBS, Andiara Petterle.

Em outubro, mês das votações em primeiro e segundo turnos, cerca de 14 milhões de usuários acessaram mais de 62 milhões de páginas no site e no aplicativo do GaúchaZH. Desses, quase 7 milhões de acessos foram apenas no dia 7, data em que os eleitores foram às urnas pela primeira vez em 2018. Os índices resultaram em um aumento de 17% em relação a setembro de 2018, o melhor mês de audiência do site. Para manter todos os usuários informados sobre as principais notícias das eleições, mais de 2,7 mil matérias foram publicadas no GZH em outubro, apenas na editoria de Política.

A RBS TV foi a emissora responsável por promover o último debate dos candidatos ao governo do Rio Grande do Sul no primeiro e no segundo turno das Eleições 2018. No debate do dia 25 de outubro, uma média de 506 mil telespectadores por minuto acompanhou a programação na Grande Porto Alegre, que teve um aumento de 16% em comparação com o programa que foi ao ar no primeiro turno. Ao longo da atração, 1 milhão e 160 mil pessoas foram impactadas.

A emissora registrou, ainda, um crescimento de 20,9% na média de telespectadores por minuto no domingo (28), em relação à data da votação em primeiro turno (7). Apenas na Grande Porto Alegre, mais de 2 milhões de telespectadores diferentes foram impactados ao longo do dia.

A fim de proporcionar uma cobertura jornalística neutra, educativa e capaz de conter o avanço das fake news, novos produtos foram elaborados por veículos do Grupo RBS, como o podcast Memória Eleitoral e os programas em vídeo Te liga, eleitor, Se eu fosse governador, Timeline Entrevista e Programa de Economia, além dos já conhecidos La Urna e É isso mesmo?. Juntos, os produtos em vídeo foram assistidos por mais de 11 mil horas no GaúchaZH.

Com novo formato e o reforço de sete repórteres do Grupo de Investigação (GDI), o É isso mesmo? foi responsável pela checagem de cerca de cem declarações de candidatos em entrevistas e debates concedidos durante o período eleitoral. Nos dois turnos, foram checadas informações relevantes para a sociedade que tiveram verificação possível em fontes oficiais.  

Nos últimos meses, a RBS também atuou contra as notícias falsas a partir do Comprova, projeto que reuniu jornalistas de 24 veículos de comunicação do Brasil – entre eles, representantes do GaúchaZH – para descobrir e investigar informações enganosas durante a campanha presidencial de 2018. De agosto a dezembro, 145 informações foram checadas pela equipe do projeto.

– Diante da maré de desinformações, buscamos de forma incansável cumprir nosso dever de estabelecer o que era verdade ou não, baseados em técnicas e valores profissionais, como ética e independência. A missão de verificar o que circula nas redes e as declarações dos candidatos torna o jornalismo mais do que relevante, essencial para o bom funcionamento das sociedades – afirma o vice-presidente Editorial do Grupo RBS, Marcelo Rech.

Outro destaque foi a transmissão ao vivo em vídeo da programação da Gaúcha: nos dois turnos, as lives transmitidas diretamente dos estúdios e a partir de reportagens nas ruas passaram dos 300 mil views. Durante os dias das votações, a rádio teve mais de 24h de programação, o que permitiu que os ouvintes pudessem acompanhar a apuração em tempo real. Além disso, a Gaúcha promoveu os primeiros debates entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul tanto no primeiro quanto no segundo turno.

A cobertura contou, ainda, com uma newsletter exclusiva preparada pelos editores de GZH e enviada diariamente para quase 5 mil assinantes durante o período eleitoral.

FONTE: Kantar IBOPE Media Workstation Premium, Grande Porto Alegre. ELEICOES DEBATE NOT (03/10/2018 e 25/10/2018), audiência (rat#) e alcance (rch#) individuais absolutos; Média diária 07h-24h (07/10/2018 e 28/10/2018), audiência (rat#) e alcance (rch#) individuais absolutos.