Imprimir esta página
Mercado anunciante do Reino Unido exige do Google e Facebook urgência na solução de problemas em vídeos Reprodução

Mercado anunciante do Reino Unido exige do Google e Facebook urgência na solução de problemas em vídeos

A indústria publicitária do Reino Unido, representado pelo Institute of Practitioners in Advertising (IPA), instou formalmente o duopólio digital formado por Google e Facebook a tomar medidas "urgentes" no enfrentamento de problemas de segurança, medição e visibilidade de vídeos distribuídos na internet pelos gigantes do Vale do Silício. "Não posso enfatizar o suficiente a importância deste pedido", apelou o diretor-geral do IPA, Paul Bainsfair, em carta a Ronan Harris, diretor-gerente do Reino Unido e da Irlanda no Google, e Steve Hatch, diretor-gerente do Facebook para o Norte da Europa.

Em comunicado nesta segunda-feira (14), Bainsfair alertou que "embora reconheçamos que pequenos passos para abordar as preocupações recentes [como mensagens extremistas associadas a marcas, o que resultou em boicote ao Google] foram tomados, nossos anunciantes e agências estão nos dizendo cada vez mais que esse progresso não é rápido nem significativo”. O diretor-geral do IPA elencou iniciativas pontuais esperadas pela indústria da publicidade. A primeira é que que YouTube (do Google) e Facebook assinem o UK Good Practice Principles, guia de princípios do Digital Trading Standards Group (DTSG). Isso representaria uma verificação independente das políticas e processos de segurança da marca dentro dos próximos seis meses.

Bainsfair pediu também que o duopólio atue ao lado do IPA para "atender aos padrões de medição de audiência independentes e de propriedade da indústria, o que permitirá a medição de audiência de vídeo multiplataforma no Reino Unido". Finalmente, sobre a visibilidade do vídeo, ele sugeriu que o YouTube e o Facebook usassem o Reino Unido como um banco de teste para fornecer suprimentos de anúncios de vídeo em linha e móvel otimizados para visibilidade de 100% e que podem ser verificados independentemente. "Como são os dois maiores fornecedores de vídeos online, YouTube e Facebook têm a responsabilidade de garantir os melhores padrões possíveis de publicidade em suas plataformas", disse Bainsfair.

Leia mais em:

HTTPS://WWW.EMARKETER.COM/ARTICLE/FACEBOOK-GOOGLE-CHALLENGED-IMPROVE-AD-MEASUREMENT-STANDARDS/1016337?ECID=NL1001

http://www.thedrum.com/news/2017/08/14/ipa-demands-duopoly-takes-urgent-action-solve-online-ad-problems-frank-letter-uk

Itens relacionados (por marcador)