Christophe Deloire, secretário geral da RSF. Christophe Deloire, secretário geral da RSF.

RSF cria comissão para redigir declaração Internacional sobre informação e democracia

Após 70 anos da adoção da Declaração Universal dos Direitos Humanos por parte da Assembleia Geral das Nações Unidas, a organização não governamental Repórter Sem Fronteiras (RSF) anunciou nesta semana a criação da Comissão sobre a Informação e a Democracia que terá o objetivo de redigir uma Declaração Internacional sobre a Informação e a Democracia.

A comissão, presidida por Shirin Ebadi, Prêmio Nobel da Paz, e Christophe Deloire, secretário geral da RSF, será composta por 25 personalidades, incluindo os ganhadores do Prêmio Nobel de economia Joseph Stiglitz e Amartya Sen, o escritor e político peruano Mario Vargas Llosa (Prêmio Nobel de literatura) e a advogada nigeriana Hauwa Ibrahim (Prêmio Sakharov). Não há nenhum brasileiro no grupo (veja a lista completa aqui)

O grupo pretende entregar o resultado do trabalho em dois meses. A declaração tem por objetivo enunciar princípios e propor modalidades de governança. Ela deverá servir de referência àqueles que desejarem preservar um espaço público e pluralista. Outra meta é conseguir um compromisso internacional dos países, empresas privadas e representantes da sociedade civil para no futuro haver um 'Pacto Internacional para a Informação e a Democracia'.

Leia mais em:

https://rsf.org/pt/noticia/rsf-lanca-redacao-de-uma-declaracao-sobre-informacao-e-democracia-70-anos-depois-da-declaracao