Maduro volta a censurar imprensa digital em caso que envolve quatro jornalistas exilados

Maduro volta a censurar imprensa digital em caso que envolve quatro jornalistas exilados

A Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel), estatal do governo venezuelano, ordenou a provedores de internet que impeçam quatro jornalistas do site de jornalismo investigativo Armando.info de mencionarem em suas publicações o nome do empresário colombiano Alex Saab, segundo comunicado divulgado pelo site. A Conatel é constantemente usada pelo presidente Nicolás Maduro para censurar veículos de comunicação eletrônicos, rádio e TV, e digitais.  

Os jornalistas Roberto Deniz, Joseph Poliszuk, Ewald Scharfenberg e Alfredo Meza, informou o jornal O Estado de S.Paulo. foram obrigados a se exilar após decisão da Justiça favorável ao pedido feito pelo empresário em janeiro. Em comunicado à imprensa divulgado pelo Armando.info, eles informaram a decisão e se mudaram para a Colômbia.

Duas reportagens do Armando.info publicadas em 2017 ligam Saab à empresa Group Grand Limited e à venda ao governo venezuelano de comida distribuída a preços subsidiados em bairros pobres. De acordo com as reportagens, a companhia teria recebido do governo venezuelano dólares subsidiados para importar os alimentos do México, o que teria sido feito com preços mais elevados.

A decisão da Conatel afirma que foram enviadas comunicações aos quatro jornalistas notificando que, segundo sentença do Tribunal 11 de Caracas, eles estavam proibidos de “publicar e difundir por meios de comunicação digitais, especificamente pelo site Armando.info, menções que vão contra a honra e a reputação de Saab”.

Em um encontro em Lima, em agosto, a Comissão de Poder Popular e Meios de Comunicação da Assembleia Nacional da Venezuela – controlada pela oposição – denunciou à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) que funcionários de alto escalão do governo de Maduro são responsáveis pela censura aplicada a vários meios de comunicação digitais do país.

Leia mais em:

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,orgao-regulador-venezuelano-proibe-jornalistas-de-falar-sobre-empresario-colombiano,70002501380