Jovens têm mais facilidade para diferenciar notícia de opinião do que leitores com mais de 50 anos, diz pesquisa feita nos EUA Reprodução/The Guardian

Jovens têm mais facilidade para diferenciar notícia de opinião do que leitores com mais de 50 anos, diz pesquisa feita nos EUA

Nova pesquisa do Pew Research Center feita nos Estados Unidos traz uma boa notícia para jornalismo na era digital. O estudo, realizado de 22 de fevereiro a 4 de março deste ano, revela que os entrevistados de idades entre 18 e 49 anos foram mais propensos a categorizar com precisão as declarações factuais e as de opinião do que aqueles acima de 50 anos. Um terço dessa faixa etária identificou corretamente todos os cinco itens de notícias em um teste, em comparação com 20% daqueles do grupo com idade mais avançada. Além disso, 44% dos mais jovem relacionaram corretamente todos os itens de opinião (também cinco), em comparação com 26% dos idosos.

Na análise individual das dez afirmações, a pesquisa mostra que os adultos jovens não só têm mais capacidade de diferenciar corretamente as declarações factuais das de opinião, como também podem fazê-lo independentemente do apelo ideológico das declarações. Essa capacidade, diz o estudo, pode estar ligada ao fato de que adultos mais jovens têm menor probabilidade de se identificarem fortemente com os partidos políticos. Os norte-americanos entre 18 e 49 anos também são mais "versados digitalmente" do que os mais velhos, característica que também está ligada a um maior sucesso na classificação das notícias.

Leia mais em:

http://www.niemanlab.org/2018/10/younger-generations-are-actually-better-at-telling-news-from-opinion-than-those-over-age-50/

http://www.pewresearch.org/fact-tank/2018/10/23/younger-americans-are-better-than-older-americans-at-telling-factual-news-statements-from-opinions/