“Informação incorreta” espalhada nas redes sociais é o termo de 2018, segundo dicionário digital Reprodução

“Informação incorreta” espalhada nas redes sociais é o termo de 2018, segundo dicionário digital

Depois que pós-verdade (Oxford Dictionaries) e notícias falsas (Collins Dictionary) foram escolhidas palavras ou expressões dos anos de 2016 e 2017, respectivamente, o termo de 2018 é misinformation (que pode ser traduzido como desinformação, mas aqui representa informação incorreta), segundo o dicionário online Dictionary.com. Em comunicado à imprensa, a organização afirmou ter escolhido a palavra – que define como “informações falsas que se espalham, independentemente de haver intenção de enganar” – em meio ao crescente papel das empresas de tecnologia na disseminação deste tipo de conteúdo fraudulento no meio digital.

"Desinformação também teria sido uma palavra interessante para este ano, mas nossa escolha por ‘informação incorreta' foi intencional", disse Jane Solomon, linguista da organização. “É um termo de autorreflexão e pode ser um chamado para uma ação. Você pode ser uma boa pessoa e ainda disseminar informações erradas."

Na língua inglesa há ainda a palavra "disinformation", que também pode ser traduzida como desinformação. Mas a escolha do prefixo "mis" e não "dis", segundo Jane, foi deliberada uma vez que, como ressaltou Jane, é destinada a servir como um apelo para a batalha contra notícias falsas e teorias da conspiração. "O surgimento de um léxico para descrever a desinformação por si só é um sinal revelador", disse Liz McMillan, CEO da Dictionary.com.

"A propagação desenfreada de má informação está proporcionando novos desafios para a vida em 2018", destacou Jane Solomon. “A má informação existe há muito tempo, mas na última década a ascensão das mídias sociais mudou a forma como as informações são compartilhadas. Acreditamos que entender o conceito de má informação é vital para identificá-la quando a encontramos e ajudar a reduzir seu impacto."

A entidade citou vários eventos no ano passado que contribuíram para sua decisão na escolha da palavra do ano. Entre eles, incluem-se o papel continuado do Facebook na disseminação de fraudes e os rumores no WhatsApp que levaram à violência popular na Índia e a desinformação generalizada durante as eleições brasileiras.

Leia mais em:

https://www.poynter.org/news/misinformation-dictionarycoms-word-year?utm_source=CJR+Daily+News&utm_campaign=722ba47bde-EMAIL_CAMPAIGN_2018_10_31_05_02_COPY_01&utm_medium=email&utm_term=0_9c93f57676-722ba47bde-174426941

https://revistagalileu.globo.com/Sociedade/noticia/2018/11/informacao-incorreta-e-eleito-o-termo-do-ano-por-dicionario-online.html