Apesar de manter prioridade no digital, alemã Axel Springer testa jornal impresso especializado em política Reprodução

Apesar de manter prioridade no digital, alemã Axel Springer testa jornal impresso especializado em política

A gigante de mídia alemã detém uma das estratégias digitais mais bem-sucedidas entre as empresas jornalísticas de todo o mundo, com a maior parte dos seus mais de 300 milhões de leitores adeptos ao meio online. Mesmo assim, as publicações impressas do grupo continuam valorizadas e tem funções específicas no projeto da empresa, liderada pelo CEO Mathias Döpfner. Proprietária do jornal mais lido da Alemanha, o tabloide Bild, a empresa testará, dentro do guarda-chuva de seu principal impresso, um novo jornal em papel durante o primeiro trimestre de 2019: o Bild Politik, especializado em política.

"Com o fluxo contínuo de informações, a mídia social gera mais perguntas do que respostas”, diz Selma Stern, secretária executiva da divisão de novas mídias da Axel Springer. A executiva diz que a empresa acredita que, quando se trata de ler o essencial, muitas pessoas ainda gostam de ter um jornal impresso na mão, o que justifica a expriência. A publicação será distribuída em uma região limitada, antes de um eventual lançamento nacional, e promete quebrar os códigos tradicionais organizando informações em torno de três categorias emocionais, semelhante ao hábitos digitais: raiva, alegria e curiosidade que um leitor pode sentir em relação aos assuntos tratados.

Leia mais em:

https://www.lesechos.fr/tech-medias/medias/0600345488930-axel-springer-passe-le-cap-des-300-millions-de-lecteurs-2230134.php