Projeto do NYT motiva leitores a financiar assinaturas do jornal para 3 milhões de jovens em escolas públicas Reprodução

Projeto do NYT motiva leitores a financiar assinaturas do jornal para 3 milhões de jovens em escolas públicas

Mais de 3 milhões de adolescentes norte-americanos têm um novo recurso na ponta dos dedos que não desgrudam dos smartphones para ajudar nas lições escolares e nos temas de casa: o conteúdo do jornal The New York Times. Os acessos gratuitos dos jovens às notícias somente são possíveis porque 30 mil leitores aceitaram contribuir com o programa "Patrocine uma assinatura de estudante", desenvolvido pelo diário. A média das contribuições ficou em US$ 50 dólares cada. Houve ainda uma contribuição anônima de US$ 1 milhão.

Com o sucesso de arrecadação, o The New York Times retirou seu paywall para 4 mil escolas públicas em todos os 50 estados dos Estados Unidos, informou o site especializado Journalism. Alunos com idade entre 12 e 18 anos têm acesso total ao site do jornal nos moldes de uma assinatura inicial gratuita de um ano, conectando-se via Wi-Fi e por meio do IP de cada colégio. "Isso é praticamente uma extensão do que sempre fizemos, é parte de nossa missão", diz Hannah Yang, diretora de crescimento de assinaturas do jornal.

Além da assinatura gratuita, professores e alunos se beneficiam da Rede de Aprendizado do The New York Times. Os editores do jornal publicam artigos para os professores, que acumularam um arquivo de planos de aula ao longo dos anos, em uma tentativa de estimular novas leituras em torno de um tópico e discussões sobre questões atuais.

Com o dinheiro da doação arrecadado desde sua concepção em 2017, o The New York Times também organizou webinários para que os professores troquem conhecimento com os editores. "Conversamos sobre o que é preciso para criar um jornalismo de alta qualidade e como isso é diferente de outras fontes que você pode encontrar na web", Hannah, ao citar o tema mais recorrente das conversas: educação midiática.

Além de contribuir para a educação, o projeto estimula a fidelização desses adolescentes que, no futuro, podem vir adquirir assinaturas do jornal. "A lealdade é um componente importante do que fazemos, mas a principal razão para o que fazemos é o acesso ao jornalismo de alta qualidade para a democracia e a educação", destaca Hannah. "Mas acreditamos que, se você tiver acesso à nossa marca logo no início, sua probabilidade de assinar provavelmente é maior”.

Leia mais em:

https://www.journalism.co.uk/news/free-subscriptions-from-nyt-helps-us-students-and-teachers-with-homework-and-lesson-planning/s2/a734627/