O poder de Google e Facebook é tanto que eles viraram reguladores da imprensa, diz Chavern, da NMA Reprodução

O poder de Google e Facebook é tanto que eles viraram reguladores da imprensa, diz Chavern, da NMA

A Primeira Emenda da constituição dos Estados Unidos impede que o governo regule a imprensa e limite a liberdade de expressão no país, mas o poder do duopólio digital (Google e Facebook) chegou a tal ponto que, hoje, eles são os reguladores do jornalismo norte-americano. O alerta é de David Chavern, presidente e CEO da News Media Alliance (NMA),  instituição resultante da Newspaper Association of America (NAA) e que reúne mais de 2 mil veículos de imprensa dos Estados Unidos e do Canadá, além do gigante de mídia alemão Axel Springer. "Curiosamente, ao mesmo tempo, somos [o jornalismo] mais centrais para a conversa pública. As pessoas falam mais sobre jornalismo do que há três ou quatro anos", disse.

Em entrevista ao podcast do site Recode, Chavern justificou a adevertência. "Eles [Facebook e Google] determinam quais de nossos conteúdos são entregues a quem, em que prioridade, como são monetizados, se existimos em suas plataformas ou não", afirmou. "Eles ficam entre nós e nosso público e determinam tudo sobre esse relacionamento", enquanto a receita digital dos veículos jornalísticos não consegue substituir a queda nos valores que ingressam via publicações impressas. 

Ao mesmo tempo, enquanto a maioria dos investimentos em publicidade digital vai para os cofres de Google e Facebook, essas mesmas empresas se interpõem entre os produtores de conteúdo e seus clientes, dominando a distribuição e os anúncios, até mesmo os mais locais. "O Google não costumava ter produtos de publicidade para seu florista local, que estava anunciando no jornal da localidade. Agora eles fazem, e assim o monopólio da publicidade está se expandindo", lamentou.

Ao frisar a ameaça que representa esse poder, Chavern, entretanto, sugere que o que hoje é uma má interação pode vir a ser uma oportunidade. "Precisamos de melhores soluções técnicas para o negócio de notícias e elas podem ser uma forma de fornecer conteúdo de alta qualidade para as pessoas. Se eles [Google e Facebook] têm o problema da desinformação em massa, adivinhe, estamos no ramo das notícias de verdade. Então, por que não podemos ter um relacionamento melhor e mais produtivo?"

Leia mais em:
https://www.recode.net/podcasts/2019/3/2/18246820/david-chavern-news-media-alliance-spotify-journalism-facebook-google-kara-swisher-recode-decode