Reunião de meio ano da SIP debate os ataques à liberdade de imprensa e os desafios para monetização no meio digital Reprodução

Reunião de meio ano da SIP debate os ataques à liberdade de imprensa e os desafios para monetização no meio digital

As transformações em curso na Venezuela e suas repercussões históricas, dentro de um cenário de censura, e o recuo da liberdade de imprensa na Nicarágua são os temas centrais da reunião de meio ano da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP). O encontro será realizado em Cartagena, na Colômbia, de 29 a 31 de março de 2019, e abordará ainda os principais desafios para a imprensa das Américas, como a monetização no meio digital.

Estão confirmados painéis com especialistas que têm estudado a crise venezuelana e renomados jornalistas. O painel sobre a Nicarágua terá a participação da ativista de direitos humanos Bianca Jagger e do jornalista Carlos Fernando Chamorro, recentemente exilado na Costa Rica, e de sua irmã, Cristiana Chamorro Barrios, que está à frente da Fundação Violeta Chamorro. A organização que leva o nome da mãe de Carlos Fernando e Cristiana promove o jornalismo independente e democrático.

Estão convidados para a cerimônia de abertura o presidente da Colômbia Iván Duque, a vice-presidente Marta Lucía Ramírez e o prefeito de Cartagena, Pedrito Pereira. A alta-comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, fará uma mensagem especial em vídeo.

O encontro, no Hotel Estelar de Cartagena, abordará os principais desafios da indústria jornalística, como a monetização no meio digital, incluindo assinaturas e publicidade online, a desinformação na internet e novas forma de narrativa.

Nos debates sobre assinaturas digitais, haverá apresentação de experiências de jornais da Colômbia. Além disso, o diretor de parcerias com organizações noticiosas do Facebook para a América do Norte, Jason White, realizará uma apresentação sobre como a rede social procura colaborar diretamente como os jornais para promover a monetização de seus conteúdos.

Um dos oradores principais sobre a inovação digital será Sebastián Mejía, fundador do Rappi, portal de compras a domicílio que opera na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México, Peru e Uruguai. O jornalista colombiano Juan Gossaín integra o painel Verificação de Dados e Notícias. 

Um painel sobre mulheres no jornalismo esportivo e outro sobre os planos para defender a Colômbia do terrorismo e o papel da imprensa nessa missão também integram a programação. Veja aqui o vídeo sobre o encontro. Inscreva-se neste link .

Leia mais em:

https://www.sipiapa.org/notas/1212854-cartagena-espectacular-sede-la-reunion-medio-ano-2019