Recuo de Moraes restabelece princípio da liberdade de imprensa, dizem ANJ e ANER Reprodução

Recuo de Moraes restabelece princípio da liberdade de imprensa, dizem ANJ e ANER

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) e a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) informaram, em nota conjunta divulgada nesta quinta-feira (18), considerar que a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de revogar a proibição de divulgação de textos da revista Crusoé e do site O Antagonista restabelece o princípio maior da liberdade de imprensa.

“Neste episódio, a sociedade brasileira, de maneira quase unânime, mais uma vez demonstrou que repele toda e qualquer forma de censura aos meios de comunicação”, assinalaram as duas entidades no documento conjunto.