Detalhe da capa do estudo da Kantar Detalhe da capa do estudo da Kantar Reprodução

Credibilidade aproxima jornais e revistas dos consumidores que agora exigem autenticidade e transparência, diz estudo

Em tempos de hiperinformação digital e de informações falsas circulando nas redes sociais, é grande a desconfiança entre audiências de mídia e consumidores. Recente estudo da Kantar Media –  DIMENSION 2019 –, entretanto, revela oportunidades valiosas para a imprensa. Isso porque a autenticidade e a transparência são os atributos das marcas mais valorizados pelos 5 mil entrevistados em cinco países (Brasil, China, França, Reino Unido e Estados Unidos), o que aproxima essas pessoas do jornalismo, comprometido com a verdade dos fatos. “A história errada, a cobertura errada — aliadas a consumidores conectados influentes e engajados — podem afetar negativamente a reputação de uma marca”, alerta o estudo.

A pesquisa mostra, por exemplo, que 53% dos pesquisados confiam no que encontram em jornais e revistas. Há uma oportunidade para tipos de mídia paga e conquistada conduzirem o público-alvo para domínios de mídia própria, diz o estudo. “E, por sua vez, isso pode ajudar a aumentar a confiança do consumidor nas marcas que comunicam uma mensagem autêntica por esses meios. Com um índice de 53% de confiança, os artigos de jornais e revistas representam uma oportunidade real — contanto que os consumidores possam ser persuadidos a ir até lá em busca de informações”.

Há outros índices positivos na pesquisa que devem ser observados pelos publishers. Um deles é o fato de os consumidores valorizarem a objetividade. “Mais de dois terços (68%) dos nossos entrevistados nos disseram que o jornalismo verdadeiramente objetivo é fundamental para uma democracia saudável. Ninguém espera que uma marca seja tão objetiva quanto se espera que um jornalista seja. Mas os consumidores esperam que as marcas se comportem de maneira transparente e verdadeira”, assinala o estudo.

Outro dado indica que 36% confiam nos textos impressos, contra 28% que confiam no online. Além disso, notícias, artigos e entrevistas são vistos como as formas mais eficazes de combater a negatividade. O estudo, mostra ainda que os consumidores têm grande percepção sobre o uso da técnica de publieditorial: quase 60% dos entrevistados consideram as mensagens de marcas que aparecem em notícias e artigos nos impressos ou online como sendo publicidade.

Leia mais em:

https://www.kantarmedia.com/dimension/pt