SIP repudia perseguição judicial a portal de notícias da Venezuela Reprodução

SIP repudia perseguição judicial a portal de notícias da Venezuela

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) lamentou nesta quinta-feira (6) a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (TSJ, na sigla em espanhol) venezuelano que condenou sem o devido exercício do direito de defesa o site de notícias La Patilla. A mais alta corte da Venezuela declarou "sem lugar" um recurso extraordinário de cassação apresentado pelo portal noticioso. A sentença obriga o site a pagar US$ 5 milhões (R$ 19 milhões) em indenização ao poderoso líder chavista Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Constituinte.

"Lamentamos que estejamos novamente diante de caso de perseguição perpetrado por uma Justiça politizada e parcializada, que sempre atua com a intenção de defender os funcionários do regime [chavista] em detrimento do direito do público à informação", disse a presidente da SIP, María Elvira Domínguez, diretora do diário El País de Cali, da Colômbia. A entidade já havia condenado o processo movido por Cabello, que envolve também os diários El Nacional e Tal Cual, por reproduzirem denúncias publicadas pelo jornal espanhol ABC a respeito de investigações judiciais dos Estados Unidos sobre supostos vínculos de Cabello com o narcotráfico.

O líder chavista demandou os três veículos de imprensa em 2015, impedindo ainda a saída do país de 22 executivos dos grupos noticiosos. Anteriormente, Cabello havia acusado a própria ABC e o jornal norte-americano The Wall Street Journal, mas o pedido foi rejeitado pela corte. Após a decisão, Alberto Ravell, diretor de La Patilla, descreveu a decisão como "terrorismo judicial" e disse que não exonera Cabello de seus "crimes". Por sua vez, o líder chavista afirmou que estaria disposto a assumir o controle do portal caso a indenização não seja paga.

Leia mais em:

https://www.sipiapa.org/notas/1213238-la-sip-lamento-la-condena-contra-la-patilla

https://oglobo.globo.com/mundo/justica-da-venezuela-ordena-que-site-pague-19-milhoes-lider-chavista-23719691