Editor do Comprova, Sérgio Lüdtke Editor do Comprova, Sérgio Lüdtke Reprodução

Segunda edição do Projeto Comprova reúne 24 veículos no combate à desinformação sobre políticas públicas

Depois de atuar nas eleições de 2018, o Projeto Comprova, coalizão de 24 veículos jornalísticos, começa sua segunda edição no segundo semestre deste ano. Lançada nesta quinta-feira (27) durante o 14º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a nova etapa da iniciativa coletiva combaterá a desinformação em um trabalho de caráter mais educativo, com o objetivo de dar visibilidade a assuntos que causam impacto na vida dos cidadãos brasileiros. A coordenação é Abraji e da organização não governamental First Draft.  

“As eleições acabaram, mas o Brasil continua polarizado”, disse o editor do Comprova, Sérgio Lüdtke ao jornal O Estado de S.Paulo. “Nosso papel será trazer luz sobre temas de políticas públicas e mostrar o quais interesses estão por trás da desinformação”. A britânica Claire Wardle, diretora do First Draft e idealizadora do Comprova, afirmou que é necessário se debruçar mais demoradamente sobre o conteúdo enganoso nas redes sociais. “Temos tanta desinformação todos os dias, não faz sentido os jornalistas entrarem em uma corrida maluca atrás de desmentir cada boato”, disse. “A boa notícia é que com o Comprova podemos diminuir o ritmo e fazer investigações a longo prazo, mais aprofundadas, que podem ter maior impacto.”

Durante o projeto, segundo relato de O Estado de S.Paulo, os veículos participantes trabalham de forma colaborativa, compartilhando fontes e outros elementos da apuração. Para publicar o conteúdo é preciso atingir um consenso entre a coalizão. O processo é chamado de “crosscheck”. “São muitas redações com pontos de vista diferentes, o que enriquece o que vamos publicar”, disse Lüdtke.

Além da verificação da veracidade de notícias na rede, o Comprova promoverá ações educativas, como a difusão de cursos online sobre o combate à desinformação. "Neste ano não teremos eleições, mas verificamos que grupos politicamente motivados seguem impulsionando a circulação de falsidades", disse Daniel Bramatti, presidente da Abraji, entidade responsável pela gerência executiva do projeto. "Além de desmentir boatos, o projeto buscará explicar políticas públicas e projetos para alterá-las, prestando um serviço à população." 

No ano passado, o Comprova contou com 59 jornalistas de 24 das maiores redações do Brasil, informou o site UOL, além de três membros da ONG First Draft. Foram 146 verificações publicadas entre agosto e outubro sobre conteúdos que tiveram grande viralização nas mídias sociais durante a campanha eleitoral – dessas, somente 8% continham informações verdadeiras. Os veículos associados à iniciativa produziram 1.750 artigos originais com base em relatos obtidos pelo projeto. Ao longo das 12 semanas do projeto, o público enviou pelo WhatsApp mais de 100 mil mensagens para o Comprova com afirmações suspeitas, imagens, vídeos ou mensagens de áudio para que fossem desmascarados pela equipe.

A iniciativa tem patrocínio do Google News Initiative, do Facebook Journalism Project e do WhatsApp.

Abaixo, os veículos participantes do projeto:

AFP (Agence France-Presse);
Band;
Band.com.br;
BandNews FM;
BandNews TV;
Canal Futura;
Correio do Povo;
O Estado de S.Paulo;
Exame;
Folha de S. Paulo;
Gaúcha ZH (jornal Zero Hora);
Gazeta Online;
Jornal Correio;
Jornal do Commercio;
Metro Jornal;
Nexo;
Nova Escola;
NSC Comunicação;
O Povo;
Poder360;
Rádio Bandeirantes;
Revista Piauí;
SBT;
UOL.

Leia mais em:

https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/projeto-comprova-tera-nova-edicao-para-combater-desinformacao-sobre-politicas-publicas/

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/06/27/nova-edicao-do-projeto-comprova-combate-boatos-sobre-politicas-publicas.htm

https://www.abraji.org.br/noticias/comprova-tera-segunda-edicao-focada-em-politicas-publicas

https://www.poder360.com.br/midia/nova-fase-do-comprova-e-formada-por-coalizacao-de-24-veiculos-de-imprensa/