Imprimir esta página
A verificação de fatos é o jornalismo da era digital, diz fundador do site de checagem PolitiFact Reprodução/Pacific Standard

A verificação de fatos é o jornalismo da era digital, diz fundador do site de checagem PolitiFact

A verificação de fatos (fact-cheking) é a função mais importante do jornalismo profissional em um mundo marcado pelos hábitos digitais. A afirmação é do jornalista norte-americano Bill Adair, vencedor do prêmio Pulitzer e fundador do PolitiFact, um dos primeiros sites de checagem dos Estados Unidos.

O PolitiFact foi criado em 2007 quando Adair, que na época cobria informações sobre a Casa Branca para o jornal Tampa Bay Times, da Flórida, percebeu que a forma de consumo das notícias estava em grande mudança, com os norte-americanos procurando nas redes sociais o que diziam os políticos, e não mais apenas na imprensa ou a televisão. Naquele momento, Adair concluiu: as pessoas terão a necessidade de separar o verdadeiro do falso.

"Com a Internet é mais fácil do que nunca espalhar declarações falsas e os jornalistas perceberam que têm a obrigação de dizer às pessoas quando os políticos mentem. Porque estão cada vez mais lançando declarações falsas, em muitos casos sinuosamente, para manipular seus partidários", diz o jornalista. "A checagem de fatos é a variante mais importante do jornalismo na era digital."

Adair defende o uso da tecnologia como “parte da solução” para o problema da desinformação. “Não se trata de usar robôs para realizar o trabalho de jornalistas", enfatiza. Atualmente o jornalista trabalha também como professor da Duke University, onde desenvolveu o projeto "Tech & Check Cooperative", para a automação de checagem de fatos. O sistema usa algoritmos que procuram por declarações muito repetidas na esfera política, registram transcrições e o impacto nas redes sociais. Por fim, o projeto gera alertas que indicam as declarações mais suspeitas.

O jornalista recebeu Pulitzer pela cobertura do PolitiFact das eleições nos Estados Unidos em 2008. Na ocasião, o site verificou a veracidade de 750 declarações feitas por políticos durante a campanha. Hoje, há quase 200 organizações especializadas de checagem de fatos com sedes em diferentes países. Até mesmo programas de entretenimento televisivo como o "Saturday Night Life" já incluem seções de verificação.

Leia mais em:

https://www.lavanguardia.com/vida/20190722/463645799945/pulitzer-bill-adair-el-fact-checking-es-el-periodismo-de-la-era-digital.html22/

https://www.elmundo.es/television/2019/07/25/5d38750afc6c833d428b4625.html