Olhar local e segmentado ajuda publisher dos EUA a elevar audiência e receitas Reprodução

Olhar local e segmentado ajuda publisher dos EUA a elevar audiência e receitas

O grupo de mídia Hearst Newspapers estabeleceu uma regra para a produção e distribuição de seus conteúdos: a garantia de relevância local ou segmentada, tanto do ponto de vista jornalístico quanto do de mercado, dentro de uma estratégia de marketing. "O que tentamos fazer é trabalhar com ideias locais para validá-las, em vez de impor muitas ideias centrais", explica Robertson Barrett, presidente de mídia digital da editora.

Barrett afirma que o trabalho dele e de sua equipe é, em grande parte, garantir um futuro de negócios para a empresa, cujo produto central são as notícias feitas com critério jornalístico. “Fazemos isso aumentando o público e a receita. E não podemos fazer isso e nos desconectarmos do conteúdo, da missão jornalística”, destaca Barrett, segundo o site da World Association of News Publishers (WAN-IFRA).

Na prática, isso significa é que o executivo e sua equipe ouvem muitas ideias de editores, líderes de vendas e outros funcionários das diferentes publicações da empresa. O objetivo é ajudar sites de notícias individuais a criar algo que funcione em seu mercado específico. Parte desse processo é estabelecer uma "liderança de produto local". O jornal San Francisco Chronicle, por exemplo, tem um produto chamado Datebook, um guia de artes e entretenimento para a área da baía de São Francisco, que combina notícias com um calendário de eventos.

A equipe do Houston Chronicle manifestou interesse em lançar algo semelhante para o mercado. A liderança do produto local em São Francisco foi para Houston e deu à equipe daquela localidade uma apresentação detalhada sobre o produto e como ele funcionava, disse Barrett, cuja equipe ajuda a adequar o modelo original às características e aos hábitos locais.

A Hearst possui cerca de 360 empresas, incluindo pelo menos 75 jornais comunitários nos Estados Unidos que juntos chegam a 42 milhões de visitantes únicos no país.

O conglomerado também possui revistas, como Cosmopolitan e Men's Health; 34 estações de TV; TVs a cabo, incluindo ESPN e A&E; entre outras empresas e marcas.

Leia mais em:

https://blog.wan-ifra.org/2019/08/07/how-hearsts-product-team-helps-build-audience-revenues