Australianos estão checando fatos para combater a desinformação nas redes sociais Reprodução

Australianos estão checando fatos para combater a desinformação nas redes sociais

Os australianos estão mais preocupados com a desinformação on-line e, por isso, têm procurado medidas para separarem a verdade da mentira, entre elas a verificação de fatos.

A mais recente edição do Digital News Report: Austrália 2019, da Universidade de Canberra, mostra que 62% dos consumidores de notícias australianos estão preocupados com o que é real ou falso na internet. O índice é bem superior à média global, de 55%.

O estudo detalha as iniciativas dos consumidores de notícias para evitarem os estragos causados pela desinformação, com destaque para:

36% disseram ter verificado várias fontes diferentes para verificar a precisão de uma história;

26% começaram a usar fontes de notícias mais confiáveis;

22% pararam de usar fontes não confiáveis;

22% decidiram não compartilhar uma história sobre a qual não tinham certeza;e

20% afirmaram que deixaram de prestar atenção a um conteúdo compartilhado por alguém em quem não confiavam.

Leia mais em:

https://www.canberra.edu.au/research/faculty-research-centres/nmrc/digital-news-report-australia-2019