Amazon começa a ameaçar Google no mercado de anúncios digitais Reprodução/Folha de S.Paulo

Amazon começa a ameaçar Google no mercado de anúncios digitais

A Amazon, que acaba de fechar o terceiro trimestre do ano com resultados acima das expectativas dos analistas, ameaça o domínio do Google no mercado de anúncios digitais, ressaltou nesta sexta-feira (27) o site especializado Digiday. O crescente uso da DSP (Demand Site Platform) da empresa do bilionário Jeff Bezos é o melhor exemplo desse avanço da gigante de comércio eletrônico em um segmento marcado pelo duopólio formado pela companhia de buscas da Alphabet e Facebook.  

O DSP da Amazon, informa o Digiday, ganha força porque coloca as agências de propaganda em uma opção de autoatendimento, taxas baixas e, o mais importante, oferece comércio exclusivo e, ainda, os dados de compras que os anunciantes desejam. Informações de três empresas de pesquisa em anúncios digitais indicam que a DSP da Amazon está atualmente no mesmo ponto de partida que a DSP DoubleClick Bid Manager do Google. Além disso, o número de marcas que usam o DSP da Amazon cresceu quase 50% este ano, mais do que qualquer outra plataforma de tecnologia de compra, de acordo com a MediaRadar.

"As campanhas apenas funcionam melhor no Amazon do que em qualquer outra DSP, já que a segmentação de uma audiência com base em conhecimento de histórico de compras supera a relevância contextual de um anúncio", disse Abe Curry, estrategista sênior da agência de publicidade Possible ao Digiday. Apesar de cada vez mais popular, a DSP da Amazon também tem desvantagens e não possui total transparência.

Leia mais em:

https://digiday.com/marketing/tech-good-enough-amazons-dsp-becoming-rival-google/