Processo dos jornais da Alemanha contra o Google por direitos autorais será decidido na Corte Europeia

O Tribunal de Justiça Europeu deve julgar a ação em que os principais jornais da Alemanha acusam o Google de abuso de poder de mercado ao se recusar a pagar taxa de direitos autorais pela exibição de conteúdo online. A decisão de encaminhar a ação à Corte da União Europeia foi anunciada nesta terça-feira (8) por um tribunal em Berlim.

Em junho de 2016, a Axel Springer, maior editora de jornais da Alemanha, e 40 outros publishers do país haviam apelado de decisão inicial da justiça berlinense que rejeitou o caso, em abril do ano passado, alegando que o modelo de negócios do Google era uma proposta em que as duas partes obtinham ganhos.

O Google, por sua vez, afirma que as editoras lucram com a receita de publicidade que é gerada pelas plataformas da empresa. No entanto, os ganhos com publicidade digital concentrados apenas nas mãos da empresa controlada pela Alphabet e do Facebook ultrapassam os 70%.

http://exame.abril.com.br/negocios/alemanha-envia-caso-de-editoras-contra-google-para-corte-europeia/