Sem edição de jornalistas, robô do Los Angeles Times emite alerta de terremoto de 1925

A cidade de Santa Bárbara, na Califórnia (EUA) foi atingida às 16h51 desta quarta-feira (21) por um forte tremor de magnitude 6,8 na escala Richter. Apesar da violência do terremoto, o suficiente para provocar danos médios, principalmente em áreas muito populosas, ninguém sentiu nada na região. Isso porque a notícia, replicada por um sistema robótico utilizado pelo jornal Los Angeles Times era, na verdade, informação de um tremor ocorrido em 1925. O jornal pediu desculpas pelo erro do seu jornalista-robô. O grave equívoco, porém, é um alerta sobre como os algoritmos, cada vez mais utilizados pelas empresas de comunicação em um mercado digital dominado pelo duopólio Google-Facebook, podem causar sérios danos a reputações jornalísticas quando fazem o trabalho de seres humanos.

No embaraço enfrentado pelo Los Angeles Times, o jornal foi vítima do algoritmo que usa para disparar alertas automáticos, o Quakebot, que busca dados no site do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), agência que monitora terremotos. Desta vez, porém, o robô interpretou errado os dados dos anos 1920, registrados no site da USGS. A falha do jornalista robotizado recebeu, entretanto, um empurrão de mão humana: um funcionário da agência mandou um alerta de terremoto por engano, quando atualizava um mapa antigo na página da USGS na web.

Leia mais em:

http://f5.folha.uol.com.br/voceviu/2017/06/jornalista-robo-envia-alerta-de-tremor-que-aconteceu-em-1925-na-california.shtml