Imprimir esta página

Ex-presidente do Equador incita seguidores nas redes sociais a invadir e expor privacidade de jornalistas

Apesar de não estar mais formalmente no comando do governo do Equador, o ex-presidente Rafael Correa mantém viva sua guerra contra a imprensa independente do país. Na segunda-feira (19) ele convocou, via Twitter, “seus guerreiros digitais” para que localizem e exponham a identidade e os dados pessoais de quem insultá-lo ou criticá-lo nas redes sociais.

Correa também atacou os jornalistas Alfredo Pinoargote (da Ecuavisa), a quem chamou de “desonesto”, e Carmen Andrade, que teve sua independência como profissional questionada. O ex-presidente qualificou os dois como “jornalistas junkbox”, termo que ele havia usado em seu último programa semanal no comando do país, em 20 de maio passado, para tentar desqualificar os meios de comunicação privado e profissionais de comunicação.

Na ocasião, Correa chamou as empresas de mídia de “sem-vergonhas” e “corruptas” e tachou jornalistas de máquinas de junkbox nas quais “se coloca uma moeda e tocam o disco pedido”.

http://www.sipiapa.org/notas/1211516-ecuador-rafael-correa-pide-sus-guerreros-digitales-exponer-informacion-periodistas

Itens relacionados (por marcador)