Helio Gama Neto

A AN Consulting lançou nesta quarta-feira (05), em parceria com a Abigraf Nacional/Abigraf SP/Sindigraf, AlphaGraphics, Heidelberg, Suzano e Printi, o GUIA DA PREVENÇÃO PARA INDÚSTRIA GRAFICA - COVID-19-REQUISITOS LEGAIS. A elaboração do manual contou com o apoio da Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e da Associação Nacional de Jornais (ANJ). O arquivo está disponível aos associados à ANJ no site da entidade, neste link.

LABORATÓRIO DE PERIODISMO - 05/08/2020

Lluís Cucarella

Um dos problemas das estratégias de coleta de conteúdo é que não existe um mercado-alvo tão amplo na Espanha, para que a maioria da mídia possa viver de assinaturas. Não importa quão bem definida seja a estratégia e quão bem executado seja o processo, não há tantos leitores dispostos a pagar 8, 9 ou 10 euros por mês por um único jornal. 

INMA - 04/08/2020

Mark Challinor

A aceleração digital da mídia - incluindo o futuro dos serviços móveis - significa que nosso setor está mudando para uma economia de assinaturas que depende de lealdade, benefícios de valor agregado e pagamentos fáceis e sem atritos. Quando todos começarmos a emergir do bloqueio do coronavírus, devemos ter uma ideia mais clara sobre o que vem a seguir.

THE NEW YORK TIMES - 05/08/2020

Marc Tracy

Durante um período de três meses dominado pela pandemia de coronavírus e pela desaceleração da publicidade, a The New York Times Company reportou pela primeira vez receita trimestral que se deve mais aos produtos digitais do que ao jornal impresso.


Enquanto sua equipe trabalhava remotamente, a companhia faturou US$ 185,5 milhões em receitas com assinaturas e anúncios digitais durante o segundo trimestre de 2020. O volume de receita com o impresso foi de US $ 175,4 milhões.

A empresa adicionou 669.000 novos assinantes digitais líquidos, tornando o segundo trimestre o maior de todos os tempos em termos de crescimento de assinaturas. O jornal tem agora 6,5 milhões de assinaturas no total, um número que inclui 5,7 milhões de assinaturas digitais. A meta do diário é de 10 milhões de assinaturas até 2025.

Em comunicado, o CEO Mark Thompson chamou a mudança da empresa de receita impressa para digital como "um marco fundamental na transformação do The New York Times".

"Provamos que é possível criar um círculo virtuoso", disse Thompson em comunicado, "no qual investimentos sinceros em jornalismo de alta qualidade impulsionam um profundo envolvimento do público, o que, por sua vez, impulsiona o crescimento da receita e maior capacidade de investimento".

Página 1 de 2351