Imprimir esta página
Acionistas travam batalha pelo controle do jornal francês Le Monde Reprodução/Financial Times

Acionistas travam batalha pelo controle do jornal francês Le Monde

O tradicional jornal Le Monde enfrenta forte turbulência que, segundo analistas de mídia, pode mudar de forma radical a estrutura de controle do principal diário da França. O centro da crise está na atuação do bilionário tcheco Daniel Kretinsky, que em 2018 comprou uma participação de cerca de 10% no Groupe Le Monde.

Ao lado de outro acionista controlador, o ex-banqueiro Lazard Matthieu Pigasse, o industrial tcheco está negociando a compra das ações do grupo espanhol Prisa, acionista minoritário do Le Monde, assim como o grupo conhecido como “polo de independência”, formado por jornalistas, funcionários e leitores. Entre os controladores, além de Kretinsky e Pigasse, está também o bilionário de telecomunicações Xavier Niel.

Se Kretinsk e Pigasse obtiverem sucesso na compra das ações do grupo Prisa, os dois terão 45% do Le Monde, enquanto Niel ficará com apenas 30%. Em meio a esse processo, os jornalistas do diário também estão em movimento.

Segundo o diretor editorial do Le Monde, Jérôme Fenoglio, a equipe do jornal ficou chocada ao descobrir que Pigasse havia vendido 49% de suas ações ao industrial tcheco no ano passado. Segundo ele, o grupo de acionistas minoritários não foi informado da venda.

Desde então, os funcionários do jornal negociam com os demais acionistas para influenciar nas eventuais novas transações. Os jornalistas querem que os controladores assinem um acordo que condiciona a entrada de novos proprietários à consulta prévia da redação.  

Kretinsk nega-se a assinar o compromisso. Ele teria dito, segundo fonte consultada pelo jornal britânico Financial Times, que o acordo é "economicamente irracional" e provavelmente não o assinará “em sua forma atual". Pigasse também não assinou o compromisso, firmado por enquanto apenas por Niel.

Leia mais em:

https://www.lemonde.fr/actualite-medias/article/2019/09/12/la-gouvernance-du-groupe-le-monde-doit-etre-preservee_5509378_3236.html

https://www.lemonde.fr/actualite-medias/article/2019/09/16/meme-si-je-ne-suis-pas-toujours-d-accord-avec-vous-le-soutien-des-lecteurs-du-monde-dans-son-combat-pour-l-independance_5511038_3236.html

https://www.lesechos.fr/tech-medias/medias/crise-ouverte-au-journal-le-monde-1131731

https://www.lemonde.fr/idees/article/2019/09/13/plus-de-500-personnalites-s-engagent-pour-l-independance-du-monde_5509896_3232.html

https://mondaynote.com/the-cutthroat-battle-for-controlling-le-monde-9983d28f4119

https://www.ft.com/content/c38158b8-d561-11e9-a0bd-ab8ec6435630

https://www.lemonde.fr/actualite-medias/article/2019/09/10/comment-l-actionnariat-du-groupe-le-monde-est-organise_5508557_3236.html

https://www.lemonde.fr/economie/live/2019/09/10/lecteurs-du-monde-aidez-la-redaction-a-defendre-son-independance_5508679_3234.html

https://www.cbnews.fr/etudes/image-acpm-ojd-monde-liberation-figaro-podium-diffusion-au-1er-semestre-45305

https://www.lemonde.fr/actualite-medias/article/2019/09/10/we-le-monde-journalists_5508610_3236.html?utm_source=CJR+Daily+News&utm_campaign=5f6475152d-EMAIL_CAMPAIGN_2018_10_31_05_02_COPY_01&utm_medium=email&utm_term=0_9c93f57676-5f6475152d-174426941

https://www.theguardian.com/world/2019/sep/10/le-monde-journalists-warn-of-threat-to-editorial-independence