Entrevistas serão publicadas a partir de 23 de dezembro nos meios impresso e digital Entrevistas serão publicadas a partir de 23 de dezembro nos meios impresso e digital /Divulgação-Lallo Bochino

Soy loco por ti, Brasil! Especial do DIARINHO sobre imigrantes mostra a diversidade cultural do litoral catarinense

O jornal DIARINHO, que circula no litoral Norte de Santa Catarina, publica no próximo dia 23 um especial sobre os imigrantes estrangeiros que migraram para Itajaí e Balneário Camboriú, oriundos de seis países da América do Sul, Europa e Ásia, mostrando que a região está se tornando cosmopolita, ou seja, um lugar onde diferentes culturas se encontram e convivem em relativa harmonia, afinal, a integração é um processo contínuo. Por causa de crises econômicas, desastres naturais, guerras ou por se apaixonar pelo litoral norte de Santa Catarina, pessoas de outros países vieram somar à cultura local, trazendo, além do sotaque, seus hábitos alimentares, comportamentais e religiosos, tornando a experiência de viver à beira do mar ainda mais rica.

Para traçar um panorama desta miscelânea cultural, a reportagem ouviu o húngaro Stefan Toth, 81 anos, e a russa Tamara Kauffman, 81, ambos aposentados, que vieram para o Brasil no final dos anos 40, depois de encerrada a Segunda Guerra Mundial. Também a comerciante Pang Meng Mei, de Taiwan, e o casal de artistas uruguaios Sílvia e Marcelo, que têm em comum a crise que abalou seus países de origem. Além do artista alemão Reiner Wolf e o empresário argentino Juan Amaya, felizes residentes de Balneário Camboriú, depois de conhecer a cidade numa temporada de verão, nos anos 80.

E para celebrar esta riqueza cultural, além da reportagem publicada nos no meio impresso e digital, o Especial traz também vídeos curtos com as reportagens publicadas na TV DIARINHO. Entrevistas realizadas em profundidade, em que os estrangeiros relatam os desafios da integração no país, como se reinventaram como profissionais, o que mais sentem falta da terra natal, e o que mais gostam no Brasil, o país que se tornou sua nova pátria. Uma unanimidade entre os entrevistados é o amor pela nova pátria. Os vídeos foram realizados em parceria com o cineasta Lallo Bochino.

E nem a crise que o Brasil enfrenta no momento é capaz de fazê-los desistir do sonho brasileiro. Segundo os entrevistados, o país é pródigo em recursos naturais e humanos, e tem muito potencial para crescer, além de acolher com hospitalidade o imigrante. A reportagem evidencia esta faceta multicultural da região numa época que intolerância, xenofobia e discursos de ódio se disseminaram nas redes sociais, de forma a colaborar para o debate e resistir, afinal, todos viemos de algum lugar, e é a diversidade que nos torna mais aptos a encarar os desafios contemporâneos, num mundo sem fronteiras.

ASSISTA AO TRAILLER: https://diarinho.com.br/tv-diarinho/video/0_hnq5aqp2/

Texto: Renata Rosa/Divulgação