Mercado debate relevância do ROI para melhorar o desempenho dos negócios na 5ª edição do AHEAD! Reprodução

Mercado debate relevância do ROI para melhorar o desempenho dos negócios na 5ª edição do AHEAD!

Como optar pelas melhores decisões possíveis diante do orçamento previsto para cada negócio? Para muitos gestores de marketing, a resposta está embasada nos modelos de atribuição de resultados dos esforços de comunicação. O uso de dados para melhorar o desempenho das empresas foi o fio-condutor da 5ª edição do AHEAD!, que tratou sobre ROI. O encontro reuniu clientes, profissionais e líderes do mercado de comunicação nessa terça-feira (17), no Estúdio Kromak, em Porto Alegre.

– Em outras edições do AHEAD!, já conversamos sobre convergência de mídias, branded content, influenciadores e valor de marca. Agora, chegou a hora de falar sobre outro tema muito relevante para a nossa indústria: ROI. Esse é um assunto complexo, que não tem fim, mas que está cada vez mais presente no dia a dia dos gestores de marketing, que estão se debruçando para entender as melhores estratégias e experimentando novas formas de mensurar os resultados das suas ações – destaca o diretor-executivo de Marketing do Grupo RBS e mediador do debate, Marcelo Leite.

Em um contexto de mudanças rápidas e constantes, em que não existe uma fórmula pronta para calcular os ganhos financeiros obtidos pela empresa com cada ação implementada, o diretor de Marketing da SKY, Alex Rocco, considera que conversar com a equipe sobre a cultura do erro e do aprendizado é um passo fundamental para estruturar novos processos de data driven:

– Persistência e consistência são palavras-chaves. Em um cenário em que nem todas as empresas estão dispostas a fazer isso, tomar essa iniciativa pode representar um passo à frente em relação ao mercado. As empresas precisam estar atentas para usar a tecnologia como meio de obter relevância de contato com o consumidor – apontou.

Para a diretora de Mídia e Marketing da Unilever Brasil, Ana Paula Duarte, entender sobre os resultados acerca dos retornos de investimento em comunicação é um exercício contínuo. Com um portfólio de 35 marcas dos mais diversos segmentos (cuidados pessoais, higiene doméstica, alimentos, entre outros), a Unilever já aprendeu que o tipo de produto e o target de cada um deles precisam de modelos de mensuração distintos:

– O grande aprendizado do data driven é como lidar com o erro e com o desconhecido, por que só se aprende fazendo. Nem sempre o resultado vai ser o esperado, mas precisamos usar isso para evoluir. A questão da mudança e o mindset do aprendizado nunca foram tão urgentes como estão sendo atualmente – destaca.

Ao final do evento, uma novidade foi anunciada aos convidados: a fim de consolidar o AHEAD! como uma plataforma de conteúdo, a partir da qual será possível ampliar a troca de conhecimento a respeito dos assuntos de interesse do mercado, o site aheadrbs.com.br/ será constantemente atualizado com ainda mais informações sobre os temas das edições. Trata-se de um ambiente digital onde os conteúdos debatidos no AHEAD! serão pauta antes, durante e depois de todos os encontros. Além da atualização da plataforma, também estão previstos uma newsletter mensal e artigos sobre comunicação contemporânea.

Sobre o AHEAD! — Atenta às transformações do setor e conectada aos seus públicos, a RBS promove uma série de debates para buscar soluções e instigar o mercado de comunicação. Como o próprio nome já revela, o projeto busca olhar para frente e identificar o que está por vir em uma indústria em permanente mutação. O projeto seguirá em 2019, discutindo diversos temas relevantes e oferecendo espaço e conteúdo para parceiros.