Fusão entre Taboola e Outbrain impacta publicidade em sites noticiosos Reprodução

Fusão entre Taboola e Outbrain impacta publicidade em sites noticiosos

A compra da Outbrain pela Taboola, anunciada na última quinta-feira (3), representa a criação de um monólito de recomendação de conteúdo que, segundo as duas companhias, vai competir de forma mais eficaz em um mercado de anúncios on-line dominado por Google, Facebook e, cada vez mais, Amazon. Mas a fusão também impactará o negócio dos publishers, cujos sites são, na prática, as principais vitrines dos conteúdos publicitários dessas duas empresas.

Existe o receio de que a falta de competição no segmento resulte em menos receita para os editores. Outro temor é de uma piora na qualidade dos conteúdos recomendados, que já é considerada baixa e uma espécie de concessão dos sites jornalísticos, pressionados pela falta de investimentos publicitários sugados pelas gigantes de tecnologia.

A fusão criará um grupo com mais de US$ 2 bilhões em vendas no ano passado, 2 mil funcionários em todo o mundo e quase 20 mil clientes. Juntos, Taboola e Outbrain reivindicam alcançar um bilhão de usuários mensais da internet por meio de uma infinidade de sites de prestígio, entre eles CNBC, NBC News, USA Today, Huffington Post, Microsoft, Business Insider, The Independent, El Mundo, The Figaro, CNN, BBC, Washington Post, Guardian, Spiegel Online e El País.

“Os especialistas em recomendação de conteúdo pagam caro por espaços que tranquilizam os anunciantes que investem em sua rede", disse um executivo de uma organização de notícias ao site francês Le Journal du Net, antevendo uma guinada. No Reino Unido, outro executivo afirmou ao Digiday que há, de fato, receio de uma pressão para baixo dos preços cobrados pelos publishers na venda de espaços para as empresas de conteúdo recomendado.

"O modelo de negócios dos publishers vai se machucar mais com isso", disse Keith Hernandez, fundador da empresa de consultoria criativa Launch Angle e ex-executivo de publicidade de mídia digital do BuzzFeed e Slate, ao comentar a fusão entre Outbrain e Taboola. Kunal Gupta, CEO da Polar, que fornece tecnologia para os principais editores de mídia, afirmou ao jornal The Wall Street Journal que os publishers terão muita dificuldade para manter os atuais preços dos espaços publicitários dedicados às recomendações, e os anunciantes também podem ter que pagar mais sem necessariamente ganhar mais audiência.

Ouvido pelo Digiday, um executivo de mídia disse estar mais preocupado com a possível queda na qualidade dos anúncios. Os conteúdos recomendados já não mantém o mesmo padrão de qualidade dos sites jornalísticos, e a maior concentração de mercado pode piorar esse cenário, segundo analistas. “A internet pode ficar mais suja", disse Gupta.  “Isso é lamentável para o resto de nós, como consumidores." 

Os conteúdos recomendados são, de acordo com o diretor do Nieman Journalism Lab, como iscas com sangue, osso e cartilagem de pequenos atiradas na água para atrair pescados maiores. “Conteúdo produzido com base nos instintos mais básicos e animalescos dos seres humanos, em sua busca por cliques”.

Adam Singolda, o fundador e atual CEO da Taboola, entretanto, sustenta que os editores não sofrerão como resultado da fusão anunciada esta semana. "Estamos motivados para os editores ganharem. Se os publishers não ganham mais dinheiro, nós morremos", disse. 

Leia mais em:

https://www.niemanlab.org/2019/10/a-merger-of-chumbox-mongers-might-leave-publishers-a-little-bit-poorer-and-their-websites-a-little-less-revolting/?utm_source=Daily+Lab+email+list&utm_campaign=267509b700-dailylabemail3&utm_medium=email&utm_term=0_d68264fd5e-267509b700-386384393

https://www.thedrum.com/news/2019/10/03/taboola-swallows-rival-outbrain-create-more-robust-facebook-and-google-competitor?utm_campaign=Newsletter_Daily_US&utm_source=pardot&utm_medium=email

https://www.journaldunet.com/ebusiness/publicite/1446682-taboola-absorbe-outbrain-et-inquiete-les-editeurs/

https://www.proxxima.com.br/home/proxxima/noticias/2019/10/03/taboola-e-outbrain-se-unem-em-acordo-de-fusao.html

https://www.forbes.com/sites/martyswant/2019/10/03/taboola-and-outbrain-are-merging-into-a-2-billion-company-to-better-compete-with-facebook/#44993b57fca9

https://www.wsj.com/articles/digital-ad-companies-taboola-and-outbrain-to-merge-11570108781

https://techcrunch.com/2019/10/03/taboola-outbrain/

https://digiday.com/media/taboola-outbrain/