GDI, da RBS, completa seis meses de foco no jornalismo de profundidade

Em meio ano, Grupo de Investigação da RBS produziu 22 matérias e é tema de discussões em congressos e universidades

Em seis meses de existência, o Grupo de Investigação da RBS, formado por repórteres de Zero Hora, Diário Gaúcho, Gaúcha e RBS TV, produziu 22 reportagens, lançou luz sobre assuntos que mexem com a vida do cidadão e provocou autoridades a corrigir erros.

Inspirado no modelo consagrado pela equipe Spotlight, do jornal americano Boston Globe, cuja história venceu o Oscar de Melhor Filme de 2016, o GDI nasceu em dezembro de 2016 a partir da crença de que reportagens investigativas são essenciais para manter a relevância do jornalismo. Desde Perigo no Prato, a primeira publicação do GDI, as reportagens do grupo contabilizam 1,3 milhão de page views no site de zh.com.br e 6,6 milhões de pessoas impactadas pelo Facebook.

– O jornalismo que fazemos exerce uma importante função social, de contribuir, a partir da informação, para impactar positivamente a sociedade. Mais do que nunca, precisamos de jornalismo de qualidade, realizado por jornalistas profissionais, o que demanda investimento. O GDI é um projeto concreto que estamos fazendo a partir da nossa responsabilidade e do nosso compromisso de entregar esse jornalismo, a serviço da democracia – destaca o presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer.

O GDI despertou o interesse de universidades. Entre março e maio, foi apresentado em seis faculdades de Jornalismo: UniRitter Laureate International Universities, PUCRS, ESPM, UFRGS, Centro Universitário da Serra Gaúcha e Unijuí. Em junho, repórteres do GDI falarão sobre o trabalho no 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, em São Paulo, e em evento organizado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ).

Os integrantes de ZH e DG atuam no dia a dia em uma área reservada, no ambiente da Redação Integrada dos dois jornais. Os demais produzem seus materiais nas redações de Gaúcha e RBS TV. Denúncias e sugestões de pauta podem ser enviadas para a equipe do GDI pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Produção do GDI:

5/12/2016 – “Perigo no Prato”

9/12/2016 – “Operação PhD”

15/1/2017 – “Golpe milionário em São Francisco de Assis”

17/1/2017 – “Desmanches proibidos”

13/1/2017 – “Neonazismo no Estado”

19/1/2017 – “Irregularidades em contratos da Fasc”

5/2/2017 – “Fraudes na CNH”

12/2/2017 – “Golpe no WhatsApp”

17/2/2017 – “CIA monitora Brasil”

14/3/2017 – “Contrato para apoio político em Triunfo”

29/3/2017 – “Calotes no Badesul”

2/4/2017 – “Facinepe, a faculdade de papel”

3/4/2017 – “BM usa viatura para atividades particulares”

7/4/2017 – “Caça-níquel em Porto Alegre”

9/4/2017 – “RS polo de distribuição de carros roubados”

17/4/2017 – “Diárias para PMs em presídios”

2/5/2017 – “Fraudes em concursos”

8/5/2017 – “Por que Porto Alegre alaga”

15/5/2017 – “Supersalários na CGTEE”

19/5/2017 – “Fernando Collor, o queridinho da América”

30/5/2017 – “Descontrole na Cootravipa”

3/6/2017 – “Conexão Facinepe/Medellín”