Financial Times testa seu primeiro podcast fechado, disponível apenas para assinantes Reprodução

Financial Times testa seu primeiro podcast fechado, disponível apenas para assinantes

Os podcasts jornalísticos são cada vez mais populares em diferentes países. Nos mercados onde este tipo de produção narrativa está mais adiantada, muitos publishers tem conseguido abrir uma fresta razoável rumo ao que pode vir a ser um atraente caminho de monetização ao firmarem parcerias com importantes marcas anunciantes. Mas há que comece a pensar em outro tipo de receita para essas produções em áudio, espelhada nas assinaturas digitais. Esse é o movimento feito, por exemplo, pelo jornal britânico de finanças e negócios Financial Times, que lançou seu primeiro podcast exclusivo para assinantes, "The Rachman Review", no começo deste mês (9 de outubro).

O programa é organizado pelo colunista chefe de relações exteriores do Financial Times, Gideon Rachman, cujas colunas são uma das mais lidas do jornal, informou o site especializado Digiday. Em cada episódio de podcast de 20 a 25 minutos, o jornalista fala com tomadores de decisão, políticos e analistas em todo o mundo, como faria normalmente em suas colunas. O podcast exclusivo para assinantes marca a primeira incursão do Financial Times fora de sua estratégia abrangente de áudio de podcasts de acesso aberto que veiculam publicidade.

Atualmente, o jornal tem nove outros podcasts de acesso aberto, incluindo o "The FT News Briefing", que tem mais de 1 milhão de ouvintes mensais, de acordo com a editora. Em seus podcasts, o "The FT" tem uma taxa média de audição de 75% e a receita com anúncios de áudio triplicou no último ano.

Agora, jornal contratou sua primeira chefe global de áudio, Cheryl Brumley, e pretende aumentar a equipe de funcionários dedicados nos próximos meses para oito pessoas, divididas nos escritórios de Nova York e Londres, de acordo com Renée Kaplan, chefe de audiência e novas estratégias de conteúdo. Kaplan enfatizou que o primeiro podcast voltado para assinantes é um experimento, embora, caso seja bem-sucedido, outros podcasts exclusivos provavelmente o seguirão.

"Estamos interessados em fazer esse experimento para incorporar a escuta em nosso modelo de engajamento, onde podemos medir o valor comercial da audiência em áudio da mesma maneira que podemos medir o valor da leitura de nossos assinantes", disse Kaplan.

"The Rachman Review" representa um experimento totalmente separado e atende ao público global de assinantes, de acordo com Kaplan. O FT possui sete níveis de preço de assinatura que variam de £ 5,35 (US $ 6,86) para acesso somente digital a £ 14,50 (US $ 18,58) por semana para impressão e premium, juntamente com pacotes empresariais. O podcast está disponível para todos os assinantes, independentemente do tipo de camada.