França concede créditos tributários a assinantes de notícias, em esforço para apoiar o jornalismo

França concede créditos tributários a assinantes de notícias, em esforço para apoiar o jornalismo

Os parlamentares franceses aprovaram a concessão de um crédito tributário especial a qualquer pessoa que solicite uma assinatura de um jornal ou revista, informou o jornal britânico The Guardian.

A medida prevê dedução única de até € 50 por assinatura de pelo menos 12 meses de um jornal, revista ou serviço de notícias on-line.

A secretária de Estado da França para assuntos econômicos, Agnès Pannier-Runacher, disse que a iniciativa reflete um compromisso do governo de apoiar a imprensa, “que sofre muito e não se beneficia necessariamente de todos os tipos de ajuda" disponíveis para outros setores da economia.

Os parlamentares votaram a favor de uma emenda para estender a isenção de impostos às assinaturas de revistas trimestrais de interesse geral, mas rejeitaram propostas para permitir que periódicos especializados se beneficiem da medida e estendê-la à renovação de assinaturas existentes.

Vários países estão procurando alguma forma de apoiar o setor de notícias, sobretudo a imprensa local. O Canadá, por exemplo, estuda aumentar o crédito de imposto de assinatura de notícias digitais de 15% para 50%, em um esforço para incentivar mais pessoas a apoiar a mídia.

Leia mais em:

https://www.theguardian.com/world/2020/jul/01/france-gives-tax-credits-to-news-subscribers-in-effort-to-rescue-sector