The Telegraph experimenta, agora no digital, promoções que elevaram a tiragem de jornais no passado Reprodução

The Telegraph experimenta, agora no digital, promoções que elevaram a tiragem de jornais no passado

Todo mundo gosta de brindes, e iniciativas promocionais em impressos, como selos colecionáveis, continuam a fazer parte dos hábitos de muita gente. Mas o boom de promoções, que em alguns casos faziam os quiosques de venda de assinaturas ficarem apinhados de gente, acabou. A pergunta agora é: o antigo modelo pode, se adaptado, atrair assinantes digitais? O britânico The Telegraph acredita que sim, e vem fazendo experiências pioneiras nesse campo.

O jornal lançou o pacote All Digital Access (ADA), por exemplo, por cerca de 235 euros ao ano. O leitor recebe como brinde um Fitbit Charge 3, aparelho de pulso que acompanha os sinais vitais de praticantes de esportes, além de relógio. A assinatura ainda oferece aos leitores acesso ilimitado a todas as informações, em qualquer dispositivo e um aplicativo premium "que dá uma perspectiva completa e notícias 24 horas por dia e 7 dias por semana".

O The Telegraph registrou crescimento de 44% em assinaturas digitais em 2019, atingindo 213.868, superando pela primeira vez as 209.443 assinaturas da edição impressa. O jornal não comenta sobre a possível relevância da estratégia de brindes neste desempenho. Mas vai seguir com a prática. Vale a pena acompanhar.

Leia mais em:

 https://laboratoriodeperiodismo.org/promociones-edicion-digital/