Christopher Barnes, presidente de SIP. Christopher Barnes, presidente de SIP.

SIP condena ataques de Bolsonaro e Crivella a jornais Folha de S.Paulo e O Globo

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, em espanhol) condenou os reiterados ataques de líderes políticos brasileiros à imprensa, em especial os casos mais recentes envolvendo as investidas do presidente Jair Bolsonaro e do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, contra os jornais Folha de S.Paulo e O Globo, respectivamente.

"Sempre existirá tensão natural entre a prensa e o poder político, mas em uma democracia as críticas e as opiniões contrárias podem conviver, mas não podem justifica que o poder adote represálias de nenhum tipo", disse Christopher Barnes, presidente de SIP.

Crivella afirmou, em texto e vídeo divulgados em sua rede social e na da prefeitura, que não responderia mais a demandas de reportagens do jornal O Globo. A iniciativa foi tomada em meio a apurações do diário sobre uma investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro, a partir da delação do doleiro Sérgio Mizrahy, sobre a existência de um suposto balcão de negócios na prefeitura para a liberação de verbas a empresas mediante pagamento de propina.

No caso da Folha de S.Paulo, Bolsonaro tem mantido retórica agressiva conta o jornal por conta de reportagens e editoriais críticos a sua gestão. Mais recentemente, a presidência da República lançou edital que excluía o diário da concorrência para renovar assinaturas digitais de veículos de mídia para o governo. Na última sexta-feira (6), entretanto, o edital foi revogado.

Leia mais em:

https://www.sipiapa.org/notas/1213644-la-sip-condena-embestida-autoridades-brasilenas-contra-la-prensa