México é, mesmo sem guerra, o país mais letal do mundo para jornalistas em 2019, diz RSF Reprodução

México é, mesmo sem guerra, o país mais letal do mundo para jornalistas em 2019, diz RSF

A organização de defesa ao jornalismo Repórteres Sem Fronteira (RSF) lamentou e alertou nesta quarta-feira (22) para o fato de o México, mesmo não estando em guerra, ser no momento o país mais letal do mundo para a mídia.

A entidade, que registra cinco assassinatos de comunicadores mexicanos em 2019, informa ter instado o Tribunal Penal Internacional a investigar crimes de violência contra jornalistas no país, mas defende a necessidade de fazer mais. “O governo mexicano deve tomar decisões ousadas e revisar completamente o Mecanismo Federal de Proteção aos Jornalistas, cuja eficácia é constantemente questionada”, diz em nota a RSF, que também promove neste momento uma campanha de doação de incentivo a sua atuação em todo o mundo.